26/11/2021 às 11h39min - Atualizada em 27/11/2021 às 00h00min

Manutenção de hardware com fornecedores alternativos exige critérios

Pessoas, peças de reposição e processos de delivery são os responsáveis pelo cumprimento dos SLAs contratuais

SALA DA NOTÍCIA Ademir Morata
https://www.marketing2u.com.br/

Por Arlindo Silva, diretor de marketing e parcerias da UNITECH

Os gestores de TI estão cada vez mais sofrendo pressão em sua área para que façam escolhas que mantenham a eficiência operacional do negócio. O que eles procuram, portanto, é uma otimização de recursos, e uma possível redução de custos.
Buscando modelos mais vantajosos para sua área de TI, grandes empresas hoje estão contratando serviços de manutenção de hardware com “fornecedores alternativos aos fabricantes”, denominados pelo Gartner como “Third Partner Maintenance”, por oferecerem “savings” de Opex, extensão da vida útil de equipamentos e flexibilidade contratual. Esses diferenciais beneficiam muito a gestão de custos da área.

Como hoje a Tecnologia da Informação “não apenas suporta, mas é o próprio negócio”, a escolha desse fornecedor é uma decisão de risco. Ela não pode somente estar baseada nos custos, como uma commodity.

Um modelo simples intitulado “3 Ps da decisão de fornecedor alternativo de manutenção” contribui para este processo de decisão. Ele é um sistema de avaliação, cujo objetivo é aumentar a eficiência e reduzir os riscos.

O ponto de partida está no fato de que pessoas, peças de reposição e processos de delivery, do fornecedor, são os responsáveis pelo cumprimento dos SLAs contratuais. Estão incluídos nesses SLAs não só aqueles relacionados diretamente ao “break and fix”, como também aqueles de apoio, por exemplo, “movings “, técnico residente, ronda em sites remotos, etc.

Desta forma, a análise dos 3 Ps ( Pessoas, Peças e Processos) fornece critérios de decisão na escolha do fornecedor.

Neste sentido, os seguintes itens podem mitigar os riscos da escolha :

Pessoas
Considerando que a equipe de profissionais chave a ser avaliada é a de técnico de manutenção, as informações úteis seriam:

• Há quanto tempo trabalham na empresa?
• Há quanto tempo estão na profissão?
• Qual o índice do turnover anual desses profissionais?
• Como é o plano de capacitação técnica?

Peças de Reposição

Neste quesito é necessário avaliar a disponibilidade e capacidade de entrega das peças das tecnologias que farão parte do contrato. Sendo assim, as informações úteis seriam:

• Quantos equipamentos o fornecedor tem atualmente sob contrato?
• Quais tecnologias e fabricantes predominam nesses contratos?
• Qual tem sido a média anual de investimentos em peças de reposição?
• Quais as localidades dos Centros de Distribuição?

Processos de Delivery
A avaliação dos processos de delivery deve ser feita através de uma descrição resumida dos Sistemas e Metodologias utilizadas da abertura até o fechamento dos chamados.

Desta forma, tão importante quanto a análise dos 3Ps, o processo de decisão tem que ser complementado com informações sobre a atuação da empresa no mercado, tais como:

• Quanto tempo a empresa atua no mercado de Serviços de Manutenção?
• Quais são os seus clientes de referência por porte e setor da indústria?
• Ela atua na sua região?
• Suporta equipamentos semelhantes aos seus tanto em modelo quanto em quantidade?

A posse dessas referências viabiliza uma busca mais assertiva do fornecedor alternativo em um processo de concorrência. Na era dos dados é fundamental para os decisores possuir as informações certas das empresas participantes para não colocarem em risco o negócio da empresa.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

45.3%
25.8%
17.2%
10.9%
0.8%