10/01/2022 às 09h57min - Atualizada em 11/01/2022 às 11h40min

Projeto de marketplace baseado em blockchain para comercialização de energia renovável é tema de livro

Publicação lançada neste mês traz informações e resultados de projeto de P&D desenvolvido pela Copel Distribuição em conjunto com o CPQD

SALA DA NOTÍCIA Pedro Carvalho
Campinas, 10 de janeiro de 2022 - Conceber um modelo para a comercialização de energia renovável proveniente da geração distribuída (GD), diretamente entre consumidores e prosumidores (consumidor que também produz energia), utilizando tecnologia blockchain. Essa foi a proposta do projeto de pesquisa e desenvolvimento conduzido pela Copel Distribuição em conjunto com o CPQD, encerrado em outubro do ano passado e que deu origem ao livro Marketplace Blockchain para Comercialização de Energia Elétrica no Ambiente de Geração Distribuída, que está sendo lançado neste mês.

Com 250 páginas, o livro tem como organizadores os principais responsáveis pela execução do projeto: Frank Toshioka, da Copel Distribuição, e Luiz Rolim, do CPQD. “O potencial da tecnologia blockchain no setor de energia elétrica tem sido amplamente reconhecido pela comunidade científica, pelas consultorias especializadas e por empresas de energia que têm desenvolvido estudos de prospecção e pilotos relacionados ao tema”, afirma Toshioka no prefácio da publicação.

No caso do projeto desenvolvido pelo CPQD com a Copel Distribuição - que contou com o apoio de recursos do programa de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) -, a tecnologia blockchain foi aplicada na concepção, desenvolvimento, testes e avaliação de um modelo transacional descentralizado (marketplace) para comercialização direta de energia elétrica entre consumidores e prosumidores no ambiente de GD. Segundo Toshioka, esse trabalho foi alinhado ao modelo regulatório atualmente adotado no Brasil, levando em conta também as iniciativas de modernização em discussão na ANEEL e no Ministério das Minas e Energia (MME).

“O uso da tecnologia blockchain permitirá a comercialização de energia elétrica no marketplace de forma segura, rápida e sem intermediários, contribuindo para fomentar a expansão da GD e para os esforços de descarbonização da matriz de geração de energia elétrica”, acrescenta o gerente de projeto da Copel.

Luiz Rolim, do CPQD, explica que, além da concepção do novo marketplace, o projeto também envolveu a construção das regras de negócio, o desenvolvimento da rede blockchain e a criação de simuladores para a realização de provas de conceito com grupos representativos da base de consumidores da Copel. “Com esse trabalho, a intenção é contribuir para a modernização do setor elétrico, explorando sinergias com os aprimoramentos regulatórios e comerciais, e para a inserção da tecnologia blockchain nos mercados de energia e no ambiente operacional das empresas do setor”, afirma Rolim.

Dividido em quatro partes, o livro Marketplace Blockchain para Comercialização de Energia Elétrica no Ambiente de Geração Distribuída traz a contextualização do projeto desenvolvido pelo CPQD para a Copel, apresenta o modelo de operação do marketplace, detalha o processo de construção da infraestrutura da rede blockchain e, ainda, especifica os resultados alcançados durante o projeto - que teve início em agosto de 2019.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

45.7%
26.0%
17.3%
10.2%
0.8%