12/01/2022 às 10h44min - Atualizada em 12/01/2022 às 20h45min

Dicas para ingressar no mercado de TI, a profissão do futuro

*Por Daniela Lopes 

SALA DA NOTÍCIA Caren

O mercado de tecnologia da informação vive sua melhor fase. No último ano, mesmo diante de um cenário desafiador, que ainda sente os reflexos provocados pela crise econômica causada da Covid-19, o setor expandiu como nunca o número de vagas na área. De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), a expectativa é que as empresas de tecnologia demandem 797 mil talentos de 2021 a 2025, mas, no entanto, com o número de formandos aquém da demanda, a projeção é de um déficit anual de 106 mil talentos – 530 mil em cinco anos.  

A transformação digital que ganhou ainda mais força na pandemia foi importante para dar o impulso necessário que fizesse essa roda girar de forma ainda mais acelerada, e mais do que antes, empresas de todos os tamanhos e setores estão investindo em times de TI capacitados que possam ajudá-las a potencializar seus resultados, por meio da inovação trazida pela tecnologia, algo que será fundamental para a retomada da economia.  

Segundo dados de um relatório da consultoria, Accenture, o setor de TI será o alicerce principal para a recuperação das empresas afetadas pela COVID-19. Um outro estudo, dessa vez, da Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que para cada 1% a mais investido em TI, o lucro das organizações aumenta 7% após dois anos.  

Para dar conta de tamanha responsabilidade, os profissionais que já atuam nesse mercado também tiveram que se adaptar para compreender as novas exigências e qualificações que a área exige. Já para aqueles que ainda não sabem como, mas possuem vontade de ingressar na carreira de TI, existem algumas dicas fundamentais para construir um perfil de sucesso e que devem ser levadas em consideração na hora de se preparar para ingressar na profissão do futuro.  

Antes de mais nada, é preciso compreender o que te atrai nessa carreira e, para tanto, nada melhor do que ouvir conselhos de quem já possui mais bagagem e que pode falar com mais propriedade sobre os benefícios e desafios da profissão. Esses profissionais poderão dar dicas sobre remuneração, quais são as áreas mais aquecidas e quais delas enfrentam maiores dificuldades. Com uma conversa sincera será possível ter uma ideia, mais contextualizada, de como é a rotina de um profissional de tecnologia. 

Depois disso, será mais fácil construir uma lista de prós e contras sobre a profissão para só então saber se essa é realmente a escolha certa para você. Com a decisão em mente, procure bons cursos que ofereçam uma formação de qualidade, pois muitas das vagas que surgem nesse mercado não são preenchidas por falta de profissionais devidamente capacitados. No levantamento realizado pela Brasscom, por exemplo, foi constatado um déficit de 24 mil especialistas anualmente no Brasil.  

Uma outra dica valiosa é: aprenda inglês. Se em qualquer carreira essa já é uma qualificação listada como um diferencial, na programação então ela é fundamental. Como programador, as chances de trabalhar em multinacionais são infinitas, principalmente porque as empresas conhecem e valorizam nossa capacidade de produzir desenvolvedores do calibre do Vale do Silício, e que estão dispostos a trabalhar em casa seguindo o fuso horário em questão. Por essa razão, é imprescindível saber se comunicar em inglês ou, pelo menos, ter noções básicas que possam ajudar a criar códigos nessa língua. Existem cursos que podem auxiliar nestes primeiros passos, mas como para qualquer outra atividade, é preciso dedicação.  

Por último, mas não menos importante, exponha o seu trabalho e aprimore o seu networking. Aquela máxima sobre “quem não é visto não é lembrado” se aplica perfeitamente nessa ocasião. Use as redes sociais como seu principal aliado nessa tarefa e aposte em ferramentas como LinkedIn ou o próprio GitHub para mostrar seu trabalho e suas qualificações. 

Escolher uma profissão, independente da área, sempre foi uma tarefa árdua que envolve muita preocupação principalmente com relação às oportunidades do futuro. Mas apesar de tudo isso, a área da Tecnologia da Informação oferece um mundo repleto de oportunidades para aqueles que estão dispostos a se dedicar. Nela é possível criar possibilidades e mudar as coisas para melhor, tornando tudo mais simples e fácil. E como disse no começo desse artigo, essa é uma área altamente estratégica e que influencia diretamente no crescimento das empresas. 

Daniela Lopes é CEO da Blue Edtech, escola de tecnologia (https://blueedtech.com.br), que tem a missão de impulsionar a carreira de programadores. 

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

45.7%
26.0%
17.3%
10.2%
0.8%