17/02/2022 às 16h39min - Atualizada em 18/02/2022 às 00h00min

Como alcançar o sucesso em minha vida?

O que o sucesso significa para você? Em geral, as respostas que definem sucesso têm a ver com realizações.

SALA DA NOTÍCIA Assessoria Pão Diário
paodiario.org
Lindsay Henwood
Assim, as pessoas têm me dito que sucesso é “estar feliz”, “atingir minhas metas”, “salvar almas”, “ir adiante e não ficar estagnado”. Um amigo certa vez afirmou: “Sucesso é a prosperidade de Deus em todas as áreas da vida: espiritual, física, financeira e relacional”.

Mas, se definirmos sucesso como uma realização, então como vamos medi-lo? A maioria de nós mede através da comparação. O que parece mais bem sucedido — uma igreja de 30 membros ou uma igreja de 2.000? Um CEO de uma multinacional ou um lixeiro? Uma família com três filhos, uma SUV e uma boa casa no subúrbio, ou uma mãe solteira empurrando seu bebê num carrinho doado? Quando definido como realização e medido por comparação, o sucesso parece uma coisa direta: quanto mais felicidade sentida, mais metas alcançadas, mais almas salvas e prosperidade alcançada, maior é o sucesso em nossa vida.

Depois de pregar o seu Sermão, Jesus enviaria Seus seguidores em missão. Quando um grupo de 72 pessoas volta todo animado de sua viagem, Ele usa a oportunidade para compartilhar uma lição sobre sucesso. “Senhor, até os demônios se submetem a nós, em teu nome”, dizem (Lc 10:17). Eles tinham visto resultados, tinham provado o sucesso. “Eu vi satanás caindo do céu como um relâmpago”, respondeu Jesus confirmando seus esforços (Lc 10:18). Os resultados importam para Ele, mas o que Jesus diz em seguida mexe com a definição que os discípulos tinham de sucesso, tanto quanto mexe com a nossa: “Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão escritos nos céus” (10:20). Os resultados são bons, mas eles vêm e vão. O que é mais importante é que seus nomes sejam conhecidos no Céu.

Essa reviravolta no conceito de sucesso se alinha com os ensinamentos de Jesus no monte, onde Ele abençoou pessoas mais “malsucedidas”: os pobres, os não autossuficientes, aqueles que choram, os infelizes e não afluentes, aqueles que têm fome de justiça, não aqueles que desfrutam dela; os perseguidos, não os vitoriosos. Malsucedidos aos olhos do mundo, a bênção de Deus os declara bem-sucedidos aos Seus olhos. Aqui está um sucesso baseado em relacionamento, não em realização.

Jesus quer que vivamos vida frutífera (Jo 15:1-4). Os resultados importam, mas eles não são a coisa mais importante. As realizações não definem seu sucesso e as comparações não medem sua quantidade. Para Jesus, sucesso é relacional — é ter seu nome escrito no livro do Céu com a caligrafia divina (Ap 3:5). Esse é um presente a ser recebido, não uma realização a ser executada (Ef 2:8-9).


Trecho retirado do livro Resiliente, de Sheridan Voysey (Publicações Pão Diário)
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »