02/06/2022 às 18h22min - Atualizada em 03/06/2022 às 00h00min

Danny Siekierski é o novo CEO da Soprano

A criação de novos produtos e a atuação pelo fortalecimento da presença no mercado motivam um crescimento no faturamento de 20% em 2022.

SALA DA NOTÍCIA Claudia
soprano.com.br
Regina Lain
2022 trouxe novidades para a gestão da Soprano a partir da chegada do novo CEO Danny Siekierski. Natural de São Paulo, com formação em Engenharia Química e uma sólida carreira como executivo com mais de 25 anos de experiência à frente de empresas do segmento químico, petroquímico e têxtil, traz também a vivência em consultoria com forte atuação na reestruturação de grandes corporações.
Com Pós-Graduação em Administração Industrial pela FGV, Siekierski cursou três anos de Mestrado nos Estados Unidos em Finanças e Estudos Internacionais, pela University of Pennsylvania e Especialização em Reestruturação de Empresas pelo Insper, conhecimentos que serão essenciais para dar andamento ao Planejamento Estratégico da Soprano:  “Respeitada no país, a Soprano está em fase de expansão e crescimento: ser o líder neste processo vai me permitir questionar paradigmas para que a marca possa voar ainda mais alto”, afirma.

Expansão de 20% em faturamento inauguram essa gestão profissional
Para conquistar um crescimento no faturamento global de 20%, em 2022, Siekierski aposta em atributos da Soprano advindos de várias frentes, que envolvem desde a criação de novos produtos à atuação pelo fortalecimento da presença no mercado. Esses fatores permitem traçar caminhos para a consolidação em uma projeção otimista para este ano.
Posicionamento firmado na inovação se fortalece com novo CEO
Em seu portfólio de experiências estão o comando de empresas consolidadas que envolveram desde o diagnóstico de gestão, apontamentos sobre reestruturação, atuação para a ampliação de mercados e internacionalização. Com essa trajetória, Siekierski ressalta que a diversificação de negócios e o protagonismo de mercado da Soprano revela a necessidade de atuar como um agente de mudança. De perfil questionador, alerta para a oportunidade que a inovação propicia: “Não se trata somente de tecnologia, mas da inovação que leva para o futuro. Trata-se de um compromisso com a perenidade da marca”, alerta. Afinal, novos produtos se traduzem em oportunidades.

Inteligência de mercado para um crescer sustentável
Para dar continuidade no crescimento da Soprano, que já possui uma posição consolidada em todos os segmentos em que atua, o objetivo de Siekierski é focar cada vez mais em aproximar a empresa da inovação e conhecer as necessidades do mercado. “A nossa aposta estratégica é em inteligência de mercado e por isso nos dedicamos para conhecer, identificar e atender os requisitos de um crescer sustentável e competitivo”, explica Siekierski. Para estar a par de oportunidades de startups, desenvolvimento e pesquisa, a Soprano investe como membro atuante em entidades que são referência em tecnologia e inovação como o Instituto Hélice e a Incubadora Celta, da Fundação Certi: “Como sócios e mantenedores, eles nos atendem plenamente para que possamos saber os caminhos dos mercados em que atuamos e o que acontece lá fora, por meio de briefings, em uma infraestrutura focada em buscar oportunidades e soluções para performar melhor”, revela.
Como projeto de expansão para a Soprano, Siekierski afirma que o objetivo é seguir com a consolidação de forma sustentável, ampliar a presença em novos mercados e seguir inovando, buscando constante evolução. Além disso, entre os objetivos já visados para o futuro próximo estão a expansão da marca no digital e a ampliação do portfólio no mercado de produtos inteligentes. “Mais importante do que buscar um novo posicionamento, é a manutenção e expansão do que a Soprano já produz, mantendo a qualidade e satisfação do nosso público consumidor”.

RÁPIDAS
Idade: 57 anos
Formação: Formado em Engenharia Química pela Escola de Engenharia Mauá, com pós-graduação em Administração Industrial na Fundação Getúlio Vargas, e MBA em Finanças na University of Pennsylvania – The Warton School e MA em Estudos Internacionais na University of Pennsylvania – The Lauder Institute
Qualidade: inquietude
Defeito: teimosia
Um temor: Não tem
Um sonho: Que o Brasil seja tudo aquilo que pode ser
Um livro: Minha Vida e Minhas Experiências com a Verdade, por Mahatma Gandhi
Um filme: Missão Impossível
Fé: judeu não praticante, acredito em Deus, em uma entidade soberana a todos
Uma frustração: ter viajado mais quando era mais jovem
Um conselho: seja arrojado, não tenha medo
Um hobby: colecionar maquetes de aviões, tem 103 itens
Um time: Palmeiras
Se não fosse empresário seria: empresário
Investimento que gostaria de fazer: educação para quem não tem acesso
Um país, e por quê? Canadá, país desenvolvido e humano com cultura aberta para imigrantes
Uma lei que gostaria de ver surgir: sistema político que respeitasse demandas locais
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »