10/06/2022 às 18h07min - Atualizada em 11/06/2022 às 00h00min

Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto recebe projetos para a 21ª edição

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, realizadora da 21ª FIL - Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto, abre espaço para artistas locais que queiram enviar projetos para serem realizados em conjunto com o evento na edição deste ano, que irá ocorrer entre os dias 20 a 28 de agosto, em formato híbrido.

Água, 100 Anos da Semana de Arte Moderna e Literatura Brasileira são os três temas em destaque na FIL 2022 e que devem ser o foco das propostas artístico-culturais, nas linguagens: show musical, espetáculo de teatro, contação de histórias e intervenção artística. O prazo para envio dos trabalhos vai até 21 de junho, somente pelo e-mail [email protected] Uma equipe de curadores da Fundação está responsável pela avaliação e seleção dos projetos que mais se adequarem ao objetivo e que serão encaixados na grade de eventos da Feira de acordo com a demanda.

“A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto tem como prática oferecer possibilidades de visibilidade aos nossos artistas locais e a FIL também está inserida nessa dinâmica. A intenção é expandir a troca interativa entre a instituição, a Feira e a produção artística de Ribeirão Preto, enriquecendo o evento e funcionando como uma vitrine para o trabalho cultural da cidade, que poderá ser vista e conhecida pelos diversos públicos que serão alcançados pela Feira”, comenta Dulce Neves, presidente da Fundação.

Protagonistas
Destaque na FIL há alguns anos, a temática da Água chega a esta edição ampliando e reforçando o convite à reflexão sobre este recurso vital e potente, que impulsiona desenvolvimento, economias e culturas, além de ser fundamental para garantir a permanência da humanidade na Terra. Pensar novas possibilidades de enfrentamento de uma crise hídrica planetária também é um dos objetivos desta pauta no evento.

O centenário da Semana de Arte Moderna de 1922 é outro assunto que desembarca na Feira de maneira bastante especial. Além da celebração pelos 100 anos de realização do principal movimento artístico do Brasil no século 20, as atividades em torno deste tema serão desenvolvidas com eventos que chamam a atenção para o Modernismo no Brasil e ao legado deixado pela Semana de 22 para a arte nacional.

A Literatura Brasileira é o terceiro tema aberto para envio de projetos para a FIL. Aqui, a intenção da organização do evento literário é envolver o público em diálogos com as produções literárias de escritores de todos os cantos do país, num passeio pelo Brasil que é retratado nas páginas dos livros, destacando a força da literatura nacional em diferentes gêneros de escrita, na representatividade cultural regional e na tradução das mudanças sociais e comportamentais anotadas na história do Brasil nos últimos 100 anos.

Com tema central “Do Caburaí ao Chuí: a força da literatura brasileira”, a Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto traz, em 2022, a experiência de, pela primeira vez, ser realizada em formato híbrido, com públicos presenciais e transmissões virtuais. “É uma enorme alegria poder novamente ter a circulação de pessoas nos espaços da Feira, que traz um calor especial, além da possibilidade da retomada responsável de uma rotina que ficou suspensa pela pandemia durante dois anos. Por outro lado, a versão on-line de eventos, potencializada pelas restrições da Covid, é um formato que veio para ficar e que proporciona uma imensurável expansão de alcance da FIL, ultrapassando fronteiras locais, estaduais e nacionais. E isso é fantástico", enfatiza Dulce Neves.

Sobre a FIL
A FIL será realizada de 20 a 28 de agosto de 2022, com cerimônia de abertura no dia 19 de agosto, de forma híbrida, ou seja, presencial em vários locais de Ribeirão Preto e transmitida ao vivo através da plataforma oficial da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, organizadora do evento. 

Nesta 21ª edição, que tem o tema “Do Caburaí ao Chuí: a força da literatura brasileira”, a FIL contará com diversas atividades culturais, literárias e artísticas, durante 10 dias. Os homenageados são: Ariano Suassuna (escritor), Carolina Maria de Jesus (escritora), Daniel Munduruku (autor infantojuvenil), Magda Soares (autor educação), João Augusto (autor local), Isaac Peres (patrono) e Isabel Cassanta (professora).

A feira consagrou-se como um dos maiores eventos culturais do país: com 21 anos de história e 20 edições realizadas, já reuniu mais de 3 mil escritores e convidados reconhecidos internacionalmente. Nas edições presenciais, a FIL recebe, em média, um público de 183 mil pessoas e já chegou a oferecer mais de 300 atividades por edição, além de atender mais de 15 mil estudantes.

No ano passado, o evento foi realizado em formato 100% digital, em função do avanço do Coronavírus (Covid-19) no país. Nesta primeira edição on-line, alcançou 30 mil pessoas, em 27 países, em 110 horas de programação.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Com uma trajetória sólida, projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 21 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da FIL, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação do Livro e Leitura se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »