23/06/2022 às 18h47min - Atualizada em 24/06/2022 às 00h01min

Ações versus ETFs: Quais são as Diferenças entre eles?

Ambos são semelhantes em alguns aspectos,mas apesar de algumas semelhanças, eles são fundamentalmente diferentes e possuiem vantagens e riscos. 

SALA DA NOTÍCIA Wellington dos Santos Silva

Ações e ETFs são semelhantes em alguns aspectos, o que não surpreende, já que os ETFs geralmente contêm muitas ações, mas apesar de algumas semelhanças, eles são fundamentalmente diferentes e ambos apresentam vantagens e riscos. 


Neste artigo vamos falar melhor sobre as duas modalidades, com a intenção de te ajudar a escolher o que faz mais sentido para você como investidor de longo prazo.

Ações

Uma ação representa uma participação fracionária de um negócio. Quando você possui uma ação, está investindo em uma empresa de capital aberto e apostando no sucesso dela.

 

No curto prazo, as ações podem subir e descer por vários motivos, e o “sentimento” do mercado geralmente determina o desempenho de uma ação no dia-a-dia. 

 

No longo prazo, porém, uma ação acompanha mais de perto o crescimento da empresa . À medida que a empresa expande seus lucros, as ações tendem a subir também.

 

Ações individuais podem ter um desempenho fenomenal ao longo do tempo, mas podem ser voláteis no curto prazo, flutuando maciçamente.

 

Uma ação em alta pode desvalorizar mais de 50% em um determinado ano a caminho de um desempenho superior a longo prazo.

 

Por outro lado, elas também podem subir muito mais que isso em um único ano, especialmente se o mercado geral estiver aquecido.

 

ETFs

ETFs são coleções de ativos. Geralmente ações e títulos ou uma mistura dos dois. Um único ETF pode possuir dezenas, às vezes centenas, de ações. 

 

Assim, ao possuir uma única fração do ETF, os investidores podem possuir uma participação indireta em todas as ações (ou outros ativos) detidas pelo fundo. 

 

Investir em ETFs é uma ótima maneira de começar uma carteira de ações, principalmente para o investidor iniciante, que normalmente possui pouco dinheiro disponível para investir e que precisa diversificar seus investimentos. 

 

Os ETFs geralmente investem em ações que têm uma área de foco específica, por exemplo:

 
  • grandes empresas;
  • ações com preços de valor;
  • empresas que pagam dividendos;
  • ou aquelas que operam em um setor específico.
 

A maioria dos ETFs é gerenciada passivamente, o que significa que eles replicam um índice específico de ativos, como o IBOV ou S&P 500, por exemplo.

 

Devido à sua ampla gama de participações, os ETFs oferecem os benefícios da diversificação, incluindo menor risco e menor volatilidade, o que geralmente torna um fundo mais seguro do que uma ação individual.

 

O retorno de um ETF depende do que é investido. O retorno de um ETF é a média ponderada de todas as suas participações. 

 

Portanto, se possuir muitas ações fortes, o ETF aumentará. Se possuir muitas ações com baixo desempenho, o ETF também diminuirá.

Os prós e contras das ações

Investir em uma ação pode oferecer muitos benefícios , embora não seja sem algumas desvantagens sérias.

Vantagens de investir em ações

 
  • Investir em uma ação individual pode gerar retornos muito altos e você não será tributado sobre ganhos de capital até vender, em uma conta tributável.
 
  • Uma única ação pode potencialmente retornar muito mais do que um ETF, onde você recebe o desempenho médio ponderado das participações.
 
  • As ações podem pagar dividendos e, com o tempo, esses dividendos podem aumentar, à medida que as principais empresas aumentam seus pagamentos.
 
  • As empresas podem ser adquiridas com um prêmio substancial em relação ao preço atual das ações.
 
  • As comissões na negociação de ações foram reduzidas a zero nas principais corretoras on-line, o que significa que não custa nada entrar e sair de um investimento.
 
  • Você ainda pode possuir o poder de construção de riqueza das ações dentro de um ETF ou fundo mútuo.

Desvantagens de investir em ações

 
  • As ações podem flutuar muito de dia para dia e de mês para mês, o que significa que você pode precisar vender com prejuízo e nunca recuperar o que investiu.
 
  • A volatilidade pode ser perigosa para investidores que têm toda a sua riqueza vinculada a apenas uma ou algumas ações. Se essa ação tiver um desempenho ruim, o investidor poderá perder uma parte significativa da riqueza.
 
  • As ações não são um investimento garantido pelo governo, então você pode perder todo o seu dinheiro se não souber o que está fazendo na bolsa.
 
  • Como uma ação individual acompanha o desempenho da empresa ao longo do tempo, você precisa saber analisar empresas para escolher as melhores.

Os prós e contras dos ETFs

 

Os ETFs oferecem muitos benefícios aos investidores, sejam eles novos no mercado ou não, embora esses fundos tenham algumas desvantagens.

Vantagens de investir em ETFs

 
  • Os ETFs permitem que você compre um fundo e tenha participação em dezenas ou até milhares de empresas.
 
  • Devido a essa ampla propriedade, os ETFs oferecem o poder de diversificação, reduzindo seu risco e aumentando seus retornos.
 
  • Um ETF bem diversificado pode superar a maioria dos investidores ao longo do tempo, tornando mais fácil para os investidores iniciantes se saírem bem no mercado.
 
  • Os ETFs tendem a ser menos voláteis do que as ações individuais, o que significa que seu investimento não vai oscilar tanto de valor.
 
  • Os melhores ETFs têm taxas de despesas baixas.

 

  • Os ETFs podem ser comprados e vendidos a qualquer momento, desde que o mercado esteja aberto. Um ETF é um ativo altamente líquido.
 
  • Os ETFs podem ser negociados gratuitamente na maioria das principais corretoras online.
 
  • É preciso pouca experiência de investimentos para investir em ETFs e obter altos retornos.

Desvantagens de investir em ETFs

 
  • Os ETFs, mesmo em um bom ano, terão desempenho inferior às melhores ações do fundo, o que significa que os investidores poderiam ter comprado apenas essas ações e obtido melhores retornos. 
 
  • Nem todos os ETFs são iguais, então os investidores precisam entender o que eles possuem e o que isso pode retornar.
 
  • Assim como as ações, o desempenho do investimento dos ETFs não é garantido pelo governo e você corre o risco de perder todo seu dinheiro com o investimento se não souber investir neles.
 
  • Você não pode controlar o que é investido em um único fundo, embora, é claro, você também não precise comprar ações desse fundo.

Conclusão

Os ETFs são uma ótima escolha para muitos investidores que estão começando, bem como para aqueles que simplesmente não querem fazer todo o trabalho braçal necessário para analisar ações por conta própria. 

 

Embora seja possível encontrar ações vencedoras na bolsa de valores, você tem grandes chances de se sair bem investindo em ETFs.

 

Claro, você também pode misturar os dois métodos, obtendo os benefícios de um portfólio diversificado com o potencial extra de algumas ações individuais ao lado, se você quiser testar sua habilidade.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »