29/06/2022 às 11h01min - Atualizada em 29/06/2022 às 18h45min

Blockchain aplicada à governança corporativa é tema de live promovida pelo CPQD e RSM

Com foco em empresas pautadas por estratégia ESG, evento acontece no dia 30 de junho, às 17 horas

SALA DA NOTÍCIA Pedro Carvalho

Campinas, 29 de junho de 2022 - A tecnologia blockchain vem ganhando destaque na governança corporativa, em especial no universo das organizações pautadas por uma estratégia de responsabilidade ambiental, social e de governança - conhecida pela sigla ESG (do inglês Environmental, Social and Governance). Como tirar proveito dos benefícios dessa tecnologia, como a segurança, a transparência e a confiabilidade das informações, para agregar valor ao negócio das empresas?

Esse é o assunto da live Blockchain: Confiança e compliance na governança de negócios na era ESG, que será realizada pelo CPQD, em parceria com a RSM Brasil, nesta quinta-feira, 30 de junho, às 17 horas. Com uma hora de duração, a live contará com a participação de especialistas do CPQD e da RSM, que irão abordar questões relacionadas aos desafios atuais da governança e como o blockchain pode ajudar a superá-los, a partir de aplicações que permitem a rastreabilidade de procedência e de ativos, a gestão de identidade de coisas e pessoas e a otimização de processos por meio de contratos inteligentes, entre outras vantagens.

“A tecnologia blockchain habilita a criação de soluções capazes de agregar segurança e transparência em modelos de negócios descentralizados e em cadeias de suprimentos complexas”, afirma Sirlene Aveiro Honório, diretora de Marketing e Vendas do CPQD, que atuará como mediadora nas discussões do encontro virtual. “Essas vantagens do blockchain podem ser usadas também na governança corporativa, para mostrar compliance aos investidores e a garantia de procedência de um produto aos consumidores”, enfatiza.

Fábio Curto, Office Managing Partner da RSM, destaca que a tecnologia blockchain contribui ainda para a apresentação de métricas confiáveis relacionadas às conquistas na área ESG. “Para uma comunicação desse tipo, as empresas precisam utilizar métricas quantitativas capazes de permitir a verificação de seu progresso e a autenticidade das informações. Em um cenário em que a atividade ESG corporativa é examinada com mais frequência por reguladores e consumidores cada vez mais conscientes, isso significa identificar indicadores-chave de desempenho (KPIs), medir a posição atual, definir metas e executar um plano para atingi-las”, explica. “A tecnologia blockchain tem potencial de impactar todos os processos de manutenção de registros de transações, o que inclui a forma como as transações são iniciadas, processadas, autorizadas, registradas e relatadas”, acrescenta.

Além de Sirlene e de Fábio Curto, participarão da live os especialistas do CPQD Reynaldo Formigoni, gerente de Soluções Blockchain, e Fernando Marino, gerente de Produtos Blockchain, e também Felipe José, IT Partner da RSM. Para assistir ao encontro virtual, basta fazer a inscrição em https://materiais.cpqd.com.br/landing-page-campanha-lives-connect-2022?fbclid=IwAR1G5we0hGZ3tkx3pIVxR4bzbJoL5v6R3k_ZJQyAJurGJpoA-TmuxXv4d6Y


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »