29/07/2019 às 11h14min - Atualizada em 29/07/2019 às 12h51min

Pagamento recorrente: por que as empresas apostam nessa modalidade?

O pagamento recorrente é utilizado para cobrança de produtos ou serviços com uma frequência determinada, geralmente por meio de planos, assinaturas e mensalidades.

DINO
https://gerencianet.com.br


O impacto da tecnologia trouxe novas ferramentas e práticas capazes de influenciar até mesmo nos modelos de negócio das empresas. Nesse contexto, estas tecnologias apresentam inovações para os recebimentos e pagamentos, como o NFC, o QR Code e os pagamentos recorrentes. Assim, cobranças recorrentes se popularizaram e ajudaram a definir formas modernas de prestação de serviços e facilitação dos recebimentos. Desde então, esse tipo de pagamento está em alta nos pequenos e grandes negócios e foi adotado por empresas como a Netflix e o Spotify.

O pagamento recorrente é utilizado para cobrança de produtos ou serviços com uma frequência determinada, geralmente por meio de planos, assinaturas e mensalidades. Por isso, ele é muito adotado em mensalidades escolares, de academias, cursos online e envio de produtos selecionados, como vinhos, livros e produtos de maquiagem.

Logo, conhecer essa modalidade de pagamento pode ajudar na estratégia dos negócios. 

Como funciona o pagamento recorrente

A forma de cobrança ideal para receber recorrentemente pode variar de acordo com os benefícios e particularidades de cada meio de pagamento. Portanto, quem deseja começar a adotar o pagamento recorrente deve pesquisar e entender qual opção se adequa melhor às suas necessidades.

Para emitir e receber de forma recorrente, diversas empresas e profissionais autônomos têm optado por um intermediador de pagamentos. Desta forma, basta criar uma conta gratuita e começar a emitir. Geralmente, a tarifa só é cobrada por essas plataformas quando o pagamento é confirmado.

Com este sistema, é possível definir o tipo de cobrança: por boleto, carnê ou cartão. A partir dessa definição, o cliente pode receber um boleto automático dias antes do vencimento, obter um carnê com todas as parcelas disponíveis ou ainda ter o valor debitado automaticamente na cobrança no cartão de crédito. O número de parcelas da cobrança pode ser definido a partir de um prazo específico ou por tempo indeterminado. 

Empresas que podem se beneficiar desse tipo de cobrança

Antes de implementar métodos de recorrência em um empreendimento, é necessário entender o modelo de negócio da empresa. Para quem trabalha com serviços prestados continuamente ou com assinaturas de produtos, a utilização do pagamento recorrente é a principal escolha feita pelas empresas.

No entanto, mesmo que todo o modelo de negócio não seja voltado para esse meio de pagamento, é possível criar produtos e serviços que ofereçam uma renda frequente para as organizações. 

Afinal, como esse tipo de cobrança também pode ser bimestral, trimestral, semestral e até anual, o empreendedor pode ter mais flexibilidade ao definir produtos e serviços capazes de ajudar a contar com as vantagens da recorrência. 

Principais vantagens desse meio de pagamento

Os motivos para adotar um modelo de pagamento recorrente são variados entre as empresas. Além da redução da inadimplência, a automação do processo poderá gerar vantagem competitiva, uma vez que há ganho de tempo e possibilidade de atuação em outras frentes da empresa. A gestão de negócio também é beneficiada por meio de informações compiladas que permeiam a previsão de lucros de forma transparente e com dados enxutos. E por fim, essa automação pode otimizar a fidelização do cliente, já que o modelo de recorrência permite aperfeiçoar o relacionamento com o consumidor. 

Automação e organização dos processos de cobrança

Receber de forma automatizada é um dos principais benefícios da cobrança com pagamento recorrente. Esse método permite que as empresas possam otimizar o tempo e ganhar em produtividade, já que a emissão é feita apenas uma vez e o cliente pode recebê-la de forma periódica. 

Por ser realizado de maneira automática, o processo também se torna mais organizado, principalmente quando é feito por um sistema de pagamentos online. Em um só lugar, a plataforma possibilita o reenvio da cobrança, a definição dos juros e multas, caso ela não tenha sido paga até o vencimento, e o controle dos pagamentos confirmados. 

Redução da inadimplência

No Brasil, a taxa de inadimplentes é uma das principais dificuldades de quem tem um negócio. Só em abril de 2019, 63,4 milhões de brasileiros integravam o número de devedores no país, de acordo com o Serasa Experian. Nesse contexto, vender a prazo ou parcelar compras sem um meio formal de cobrança, pode ser considerado um risco.

A utilização de métodos de pagamentos recorrentes poderá mitigar a inadimplência, auxiliar na gestão do seu negócio e automatizar processos. Dessa forma, a cobrança pode ser realizada no cartão de crédito do consumidor ou pelo Débito Direto Autorizado de boletos e parcelas de carnês. Ainda é possível contar com ferramentas para enviar lembretes das cobranças aos clientes. Assim, o recebimento das faturas sempre em dia poderá reduzir o risco de esquecimento e aumentar a possibilidade de pagamento da cobrança dentro do prazo estipulado.

Fidelização de clientes

A retenção dos compradores é outro fator que pode ser influenciado pela implementação do pagamento recorrente nas empresas. Com mais facilidade no momento da cobrança, a experiência do cliente pode ser impactada positivamente e interferir na sua fidelização.

Além disso, a automação do pagamento pode ajudar a manter o cliente consumindo determinado produto ou serviço, já que ele contrata o serviço por um período predeterminado. Logo, o consumidor não precisa renovar constantemente a assinatura, apenas solicitar o cancelamento, se for preciso. 

Dessa forma, com mais clientes fiéis, os empreendedores podem aperfeiçoar a previsão de fluxo de caixa e aumentar a lucratividade empresarial.

Portanto, o pagamento recorrente pode ser mais uma opção de cobrança capaz de ajudar as empresas a inovarem e facilitarem a sua gestão financeira. Assim, saber mais sobre esse método de pagamento é o primeiro passo para que empreendedores compreendam as tendências de pagamento e como elas podem influenciar nos modelos de negócios.

Para saber mais sobre as finanças empresariais, veja também o manual financeiro para empreendedores



Website: https://gerencianet.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.2%
26.8%
16.3%
8.9%
0.8%