10/04/2019 às 13h30min - Atualizada em 10/04/2019 às 13h51min

Quais são as melhores opções de pagamento para pequenas empresas?

As formas de recebimento podem ser decisivas para os consumidores no momento das compras. Assim, facilitar as cobranças pode ajudar pequenas empresas a vender mais.

DINO - http://gerencianet.com.br
http://www.dino.com.br/releases/quais-sao-as-melhores-opcoes-de-pagamento-para-pequenas-empresas-dino890202411131


Em tempos de grande concorrência, é fundamental estar atento a todas as variáveis do negócio para não perder clientes. É preciso oferecer bom atendimento, serviço de qualidade e cumprimento de prazos. Além disso, há uma questão importante que pode definir se o cliente vai finalizar ou não a compra do produto ou serviço: a disponibilização de opções para efetuar o pagamento. Segundo pesquisas, 47% dos compradores já abandonaram uma compra no check-out.  Desses, mais de 60% o fizeram por não encontrarem seu método de pagamento preferido disponível ou por essa etapa ser complicada demais.

Hoje, as principais formas de pagamento utilizadas, tanto para vendas online quanto presenciais, são os boletos e os cartões de crédito. De acordo com pesquisa realizada pela empresa Minsait, 81,6% dos consumidores brasileiros usam frequentemente o cartão de crédito como forma de pagar suas compras, índice consideravelmente superior ao de outros países na América Latina. Por outro lado, cerca de 55 milhões de brasileiros são desbancarizados, ou seja, não possuem qualquer vínculo com instituições bancárias. Com isso, o boleto bancário se torna a forma ideal de pagamento para essas pessoas.

Portanto, empresas que pensam em atingir um público maior em seus negócios, precisam oferecer essas duas opções de pagamento para os clientes.

Quais são as vantagens e desvantagens de cada opção?

Assim como qualquer forma de pagamento, os boletos e cartões de crédito possuem vantagens e desvantagens para empreendedores e clientes. O boleto, por exemplo, tem a vantagem de atrair todo o público que não possui cartão de crédito ou que não têm confiança em colocar os dados na internet, além de poder ser pago em qualquer lugar. “Outro dado importante é que a recente mudança desta forma de pagamento realizada pela Federação Nacional dos Bancos (Febraban) tornou a modalidade mais segura, pois criou mecanismos de impedir a fraude nestas cobranças”, explica o gerente de Marketing da Gerencianet, Alexandre Santana. Por outro lado, o prazo de confirmação de pagamento não é imediato, podendo ocorrer em até dois dias.

Já o cartão de crédito tem como principal vantagem o fato de permitir o parcelamento da compra. Desta forma, há o aumento das vendas e, também, do ticket médio de cada compra, já que o cliente não precisa ter o dinheiro no momento em que efetua a transação. Outros benefícios são a automatização do pagamento, que muitas vezes é confirmado em segundos, e a segurança da transação, já que a operadora assume os riscos da operação. “No caso do cartão, a própria negociação com as empresas operadoras pode ser vista como uma desvantagem de receber por cartão de crédito”, diz Santana.

Como facilitar a cobrança?

Apesar de ser um fator importante, muitos pequenos empreendedores podem encontrar dificuldade de negociação com instituições bancárias e operadoras de cartão de crédito para oferecer essas opções de pagamento para os clientes. São necessários muitos contratos, negociações e burocracias. Para fugir dessa realidade, uma opção encontrada por muitos empresários é a utilização de um intermediador de pagamentos.

Um intermediador de pagamentos é uma empresa especializada em pagamentos online. Por meio dele, é possível emitir cobranças, acompanhar os recebimentos e gerenciar o saldo. “O sistema fica responsável por fazer a ponte com as instituições financeiras e elimina a necessidade de um contrato direto com cada prestador de serviço. Além disso, fica responsável pela segurança dos dados dos clientes, realiza a integração com empresas especializadas no ramo e garante que os valores dos recebimentos sejam repassados ao vendedor do produto ou prestador do serviço”, afirma Santana.

Além da facilidade de contratação dos serviços, a utilização de um intermediador pode representar também economia, já que muitos deles possuem tarifas inferiores quando comparadas às taxas cobradas por bancos.

O que avaliar no momento de contratar o serviço?

Hoje, há uma série de empresas que realizam o serviço de intermediação de pagamento no mercado. Além de avaliar a tarifa cobrada por transação, é importante verificar se a empresa cobra mensalidade ou tarifa por emissão de cobrança. Outro dado importante a ser analisado é o oferecimento de boleto registrado, a única modalidade aceita atualmente pela Febraban, que além de ser mais segura, é mais prática, já que permite o pagamento de boletos vencidos em qualquer lugar.

Além da questão financeira, é válido observar quais os recursos oferecidos, como a possibilidade de cobranças recorrentes, checkout transparente, possibilidade de integração com outros sistemas e outras ferramentas importantes para a gestão do seu negócio.



Website: http://gerencianet.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.5%
28.0%
16.1%
7.6%
0.8%