19/08/2019 às 16h25min - Atualizada em 19/08/2019 às 16h33min

Campeonatos esquentam e transmissão ao vivo e online de jogos viralizam na internet

Copa do Brasil, Libertadores e Sul Americana se aproximam do fim, já o Brasileirão segue emocionante.

DINO
https://www.radaresportes.com.br/


Neste segundo semestre, as principais competições de futebol chegam a momentos de decisão. Grandes equipes ficaram para trás e já se despedem de disputas como a Libertadores, a Copa Sul Americana e a do Brasil. Enquanto isso, a liderança do Brasileirão é disputada ponto a ponto, assim como a tentativa de fuga do Z-4. A grande necessidade de pontuar nos próximos jogos está alavancando a audiência das transmissões das partidas ao vivo dos clubes brasileiros.

Emoção não falta. Flamengo, Internacional, Grêmio e Palmeiras são os gigantes que ainda representam o Brasil na disputa da Copa Libertadores, que tem suas transmissões frequentemente realizadas pela Rede Globo. O público que acompanha os jogos é tão significativo que até mesmo o Facebook vem tentando garantir sua fatia do bolo e realizou testes para transmitir partidas ao vivo de alguns clubes pela competição continental; já mirando nesse público crescente e apaixonado por futebol.

Também na conquista do público que acompanha transmissões de futebol, o Radar Esportes, um dos principais portais de conteúdo esportivo do país, tem se especializado em informar tudo sobre transmissão ao vivo e online. Além disso, o portal antecipa as escalações das principais equipes do futebol brasileiro e divulga todo o clima que antecede as principais disputas, incluindo as mudanças que podem acontecer no já tradicional cenário do futebol brasileiro.

Isso porque, ao que tudo indica, há uma grande probabilidade das transmissões dos jogos de futebol, em 2020, mudem de horário aos finais de semana. Essa informação foi abordada pelo Radar Esportes, divulgando aos torcedores que a Rede Globo faria testes a partir do jogo entre Vasco x CSA e, com base nos resultados, decidiria se vale a aposta de mudar o tradicional horário das 16h para as 19h (Horário de Brasília).

A intenção da maior emissora do Brasil seria conseguir segurar a grande audiência trazida pelos jogos de futebol e repassar, após o fim das partidas, aos demais programas, como o Domingão do Faustão, por exemplo. A Globo acertou e conseguiu uma pontuação ainda maior que a tradicionalmente alcançada no horário das 16h; entretanto encontrou um ‘problema’ o qual não tinha como prever: os internautas se mobilizaram nas redes sociais, querendo transmissões de futebol ao vivo aos domingos em rodadas duplas, ou seja, jogos na TV aberta às 16h e também às 19h, como foi testado. Essa mudança na grade programação resultaria no fim da clássica atração Domingão do Faustão, há décadas no ar pela emissora carioca.

Mas não é apenas de audiência ou de visualizações que vive o mercado das transmissões ao vivo e online das partidas de futebol. O sucesso também alcança outra marca positiva: grande parte dos clubes brasileiros tem, nas Cotas de TV, a sua principal fonte de renda. Essa verba vem, em grande parte, das transmissões abertas pagas, na maioria dos casos, pela Rede Globo; e uma outra parte, também significativa, é custeada pelos canais fechados, como o Premiere e o sistema pay-per-view.

Para uma melhor compreensão desse cenário, só o sistema pay-per-view injetou R$ 650 milhões nesta última temporada, distribuídos conforme os números de assinantes que os clubes levam até as empresas detentoras dos direitos de transmissão. O mercado está tão aquecido que até o canal TNT, que tradicionalmente só exibia filmes, começou a negociar e transmitir partidas de futebol ao vivo em 2019.

O sistema de distribuição das Cotas de TV mudou recentemente, e algumas alterações permitem melhorar o valor que os clubes recebem, de acordo com a audiência que levam para as transmissões das partidas. A partir deste ano, um percentual igualitário é distribuído linearmente para todos os clubes da série A, acrescido do desempenho da equipe na temporada anterior; e um outro tanto da distribuição responde exatamente pela quantidade de pessoas assistindo aos jogos, ou seja, a audiência que cada clube traz de retorno para a emissora.

Obviamente que, durante a transmissão de um jogo, a Rede Globo, única detentora dos direitos de exibir os jogos de forma aberta, bate as concorrentes de forma diferente: estados do Nordeste, Sul e Sudeste, frequentemente, têm jogos de diferentes clubes sendo exibidos ao vivo, enquanto a maioria das atrações das emissoras concorrentes é de abrangência nacional. SBT e Record, as principais rivais, costumam se revezar no segundo lugar com seus programas de entretenimento. Nesse cenário, as audiências somadas das duas emissoras concorrentes, que disputam o segundo lugar, costumam bater a marca alcançada pela Rede Globo.

Tanto interesse pelo futebol é a marca do brasileiro e essa audiência se sustenta durante todo o ano. Neste momento, no Brasileirão, já é possível ter um desenho claro de quais equipes devem buscar o título e quais estarão apenas na luta para não cair. Assim, cada ponto vale muito, independente do objetivo, o que faz cada jogo ser muito assistido pelas torcidas. O fato é que: independente de quem entra em campo, não são apenas as torcidas das equipes televisionadas que têm interesse na partida. O público do jogo ainda abrange as torcidas rivais e os clubes que podem ser afetados pelo resultado daquela disputa.

Além disso, o espetáculo do futebol é garantido não apenas pela paixão pelo esporte. Afinal, um clube que apenas ‘cumpre tabela’ pode perder verbas das cotas televisivas, caso seu desempenho seja inferior ao do ano passado. E, pior, no caso de um rebaixamento a uma divisão inferior, os valores caem drasticamente; principalmente levando em consideração a queda dos ganhos com patrocinadores, bilheterias e sócio-torcedor.

Se o Campeonato Brasileiro já rende altos índices de audiência, seja na TV aberta ou pelo sistema pay-per-view, o alcance de público é ainda maior quando se trata de competições no estilo mata-mata, em que cada duelo interrompe o sonho de uma equipe em seguir na briga pelos títulos. É o caso das Copas do Brasil, Libertadores e Sul Americana, que, neste ano, apenas equipes gigantes estão, ainda, na busca pelos títulos, sem espaço para maiores surpresas.

Com essa programação anual de campeonatos, em que sempre há um jogo importante a disputado, as torcidas se mantém atentas a cada transmissão ao vivo e online dos jogos e garantem a audiência que faz jus ao título brasileiro de País do Futebol.

E viva o futebol ao vivo e viva os clubes do Brasil!



Website: https://www.radaresportes.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

46.7%
27.5%
16.7%
8.3%
0.8%