16/04/2019 às 11h32min - Atualizada em 17/04/2019 às 00h33min

Aplicativos de produção musical ganham importância no mercado independente de música

Kely Guimarães lança trabalho autoral produzido em aplicativos digitais de produção, pensado para as novas formas de consumo de música.

DINO - http://bit.ly/epvirtual
Kely Guimarães


O mercado fonográfico independente ganhou cada vez mais espaço através das plataformas digitais, especialmente as de streaming. De acordo com a ABMI - Associação Brasileira da Música Independente - o total mundial das receitas digitais cresceu 19,2% em 2018, chegando a um total de USD 11,1 bilhões, 58,0% do total das receitas do mercado mundial. O faturamento com downloads segue sua tendência de queda (-21,2%) mas, por outro lado, o setor de streaming de áudio e vídeo apresentou um incremento de 34,0%, gerando globalmente uma receita de USD 8,9 bilhões e, já representando 80% do total do mercado de música digital.

Nesse cenário fértil, a busca por identidade incentiva cada vez mais a produção autoral da cidade de Manaus, sem grandes preocupações em visitar mercados maiores e buscar contratos com gravadoras, fazendo despontar artistas em cenários antes tomados por grandes produtores, mas que agora abraçam a produção independente que, além do streaming, ganha mais ferramentas com os aplicativos de produção de música nos smartphones.

No último dia 12 de abril a cantora e multi-instrumentista Kely Guimarães lançou seu terceiro trabalho solo, o EP “Virtual”, já disponível nas plataformas de streaming digital, com boa parte da produção realizada no seu próprio celular.

O material conta com quatro músicas autorais : “arco íris”, “carência”, “a música” e “bossa em fim”. Todas as faixas são composições de Kely, sendo a faixa dois, "Carência", em parceira com o produtor Cesar Lima (Across Music Production).

Este novo EP é o resultado de experimentações em aplicativos de música que incitaram uma mudança na forma de compor e criar arranjo na artista. Depois de participar de alguns eventos em São Paulo, Kely conheceu diferentes formas de trabalhar com a música, além de profissionais da área e setores relacionados. Resolveu então, usar o que era apenas um passatempo como ferramenta de elaboração de arranjo. Dessa forma, criou o arranjo de "Arco Íris" e "Carência" praticamente todo no aplicativo Garage Band da Apple.

As outras duas faixas,  "A música" e "Bossa em fim" também flertam com tecnologia e inovação, uma vez que tiveram seus arranjos elaborados pelo compositor e produtor de trilhas sonoras para games, César Lima. 

A ideia do EP "Virtual" vem ao encontro de uma necessidade prática e convergente com as formas mais atuais de consumir música. "As pessoas usam o celular pra quase tudo nos dias de hoje, na música não é diferente, o modo de fazer e ouvir música também mudou. É uma experiência divertida cujo resultado eu quis compartilhar com as pessoas", diz Kely.

“Virtual” pode ser conferido no Spotify através do link http://bit.ly/epvirtual



Website: http://bit.ly/epvirtual
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.5%
28.0%
16.1%
7.6%
0.8%