21/10/2019 às 16h14min - Atualizada em 21/10/2019 às 16h33min

Selo Papel Legal será lançado como forma de assegurar legalidade no uso do papel na produção gráfica

Novo selo estará lançado durante Print Summit no dia 29 de outubro, e é uma iniciativa da Abigraf e da Abro

DINO
http://www.printsummit.com.br


O papel gráfico possui uma distinção tributária, que varia de acordo com sua aplicação. Por exemplo, o papel usado para impressão de livros, jornais e revistas é isento de tributação (papel imune), o que não ocorre com o papel empregado na produção de outras peças gráficas (folhetos, folders, itens comerciais e promocionais etc.). O que corre, porém, é que essa tributação às vezes é burlada através do uso do papel imune (não tributado) em outros tipos de impressos.

Para assegurar o carro uso e transmitir mais segurança ao mercado sobre a legalidade da destinação desse papel, seja ele imune ou não, a Abigraf Nacional (Associação Brasileira da Indústria Gráfica) e a Abro (Associação Brasileira de Empresas com Rotativa Offset) estão anunciando o lançamento do Selo Papel Legal. Atualmente, a Abigraf Nacional congrega o empresariado gráfico por meio de 21 Abigrafs Regionais e do Distrito Federal.

O novo selo, emitido mediante processo de certificação, será oficialmente apresentado durante o Print Summit, evento que acontecerá no próximo dia 29 de outubro na ESPM Tech, em São Paulo, e que tem como foco mostrar a evolução da comunicação impressa e seu poder para construção de marcas em diferentes segmentos.

Para receber a certificação, a gráfica deve passar por auditorias periódicas, que avaliarão as ações em concordância com diretrizes e conformidades estipuladas. Também devem seguir procedimentos adequados que podem variar de acordo com o porte da empresa.

A iniciativa envolve, ainda, a participação de um comitê de desenvolvimento, do qual fazem parte representantes de gráficas de vários portes, e membros de entidades ligadas ao setor papeleiro, como Andipa (Associação Nacional de Distribuidores de Papel) e Ibá (Indústria Brasileira de Árvores).

"Dessa forma, o Selo Papel Legal tem como objetivo estimular boas práticas por parte das gráficas, e informar ao mercado que o papel usado para o impresso que está em suas mãos seguiu todas as regras éticas e tributárias. É uma espécie de ‘compliance’ entre as gráficas e visa combater práticas ilegais, que ao final causam prejuízo aos cofres públicos e também à cadeia produtiva, que sofre com o a concorrência desleal e tem que arcar com os custos de fiscalização e tributação", salienta Tilson Casteluci, executivo de negócios da Abro. "Com isso, criamos um ambiente de concorrência saudável no mercado, com base em práticas éticas."

Além do lançamento do Selo Papel Legal, o Print Summit contará com uma programação especial de palestras com foco no uso criativo do papel e da mídia impressa. Fazem parte da programação temas como "Morte do impresso é fake news", por Sergio Junqueira Arantes, CEO da Eventos Expo Editora; "Tempo do ‘RE’- Tempo de recriar, reinventar, reformular, reproduzir, recompor", ministrada pela diretora de mídia Omnichannel da Agência VML, Luciana Schwartz; e "A oportunidade do impresso no ambiente OOH - Out Of Home", ministrado por Pedro Barbastefano, sócio e diretor comercial da 29Horas Mídia Aeroportuária.

A abertura será realizada por Armando Ferrentini, diretor-presidente da Propmark.

Também está programado um debate ao final do qual participarão os palestrantes, criando a oportunidade de interação com o público.

O Print Summit tem patrocínio da B.O.Paper, Compulaser Gráfica, Escala Brasil/WPS, Fespa/Digital Printing, Future Print, Futura Im., Gráfica Revelação e Plural Indústria Gráfica; e apoio da ABA, ABAP, Aberje, ABTG, Aner, ANJ, Antilhas Embalagens, APP, ESPM, Fenapro, Portal do Papel, Printbag e Propmark.



Website: http://www.printsummit.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.5%
28.0%
16.1%
7.6%
0.8%