09/04/2019 às 15h34min - Atualizada em 24/04/2019 às 10h51min

Especialista explica passos fundamentais para abrir um negócio de sucesso

Como começar um negócio do absoluto zero sem ser escravo do próprio negócio

DINO - http://www.fabiocalixto.com.br/empreender
Fábio Calixto


Em meio à crise financeira, muitos estão buscando o trabalho autônomo como alternativa para angariar lucros. Um levantamento do Sebrae no ano de 2017 apontou que, no Brasil, 15,7 milhões de jovens estão escolhendo o empreendedorismo como carreira a seguir.

Contudo, engana-se quem julga que apenas a crise financeira é motivo para muitos entrarem nessa, a mesma pesquisa revela que 59% dos entrevistados dizem que buscaram empreender por ser uma boa oportunidade de crescer profissionalmente.

Porém, acreditar que é o próximo Mark Zuckerberg (inventor do Facebook), ou ainda, acreditar que o próprio produto é o melhor do mundo não dá ao empreendedor, nem de perto, garantias de Sucesso nessa jornada empreendedora.

Fábio Calixto, empreendedor há mais de 20 anos, afirma que faz pouco mais de 3 anos que descobriu que ter um negócio apenas nos moldes tradicionais não é o suficiente, ou seja, não basta apenas começar um negócio, é preciso entender a regra do jogo do empreendedorismo para se ganhar dinheiro e ter um Negócio de Sucesso.

O que acontece com muitos empreendedores é que eles desejam começar um negócio para conquistar a tão sonhada liberdade financeira, porém na grande maioria se tornam escravos do seu próprio negócio.

3 Passos Fundamentais para um Negócio de Sucesso

1º. Passo: não basta você ter um negócio, você precisa ter um negócio que te gere escalabilidade e alavancagem financeira, ou seja, que te permita ter ganhos variáveis e crescente e que não dependa exclusivamente da sua mão de obra.

2º. Passo: você precisa construir um negócio que te permita pôr no piloto automático, através de um sistema de duplicação e escalabilidade. A ideia aqui é criar um fluxo de renda e pôr no piloto automático, sem que seja preciso você estar sempre à frente do negócio, todos os dias e o dia inteiro.

3º. Passo: a nova economia nos obriga a criar negócios onde as três pontas (empresa, fornecedor, consumidor) sejam beneficiados.

Um bom exemplo é o Uber que hoje é a maior empresa de transporte e não possui um veículo em sua frota de aluguel de carros, porém todos ganham:

  • A Empresa ganha por oferecer a plataforma que conecta motoristas a passageiros;
  • O fornecedor (motorista) que ganha por viagem;
  • O passageiro (cliente) que economiza em cada viagem.

Outro exemplo é o Airbnb que hoje é a maior empresa de locação e acomodação e não possui um único hotel de aluguel, porém todos ganham:

  • A Empresa ganha por oferecer a plataforma que conecta donos de imóveis a clientes;
  • O locatário (dono do imóvel) que ganha por locação;
  • O locatário (cliente) que economiza em cada hospedagem.

Como começar um negócio do zero com baixo investimento, liberdade e renda residual?

A forma mais simples, rápida e segura para começar é entender que "Você não precisa reinventar a roda, comece através de uma metodologia que já foi validada, um mercado que já foi testado, produtos e/ou serviços que já tem o desejo do consumidor final e que só precisam de alguém para posicioná-los no mercado", explica Fábio Calixto.

Hoje, mesmo trabalhando em sua própria casa, após três anos, tem um negócio global que alcança 15 países e tudo isso foi conquistado com o Marketing de Rede que segue esses três passos descritos e que tem o benefício de ser um modelo testado e validado por milhares de pessoas.

Motivos para escolher o Marketing de Rede e não um "Negócio Tradicional":

  1. Baixo Investimento

O marketing de rede tem um custo de investimento muito baixo. Por exemplo, se o empreendedor começar com mil reais e se empenhar pode obter grandes lucros. Já em um trabalho usual é necessário alto investimento, além das burocracias iniciais.

  1. Custo Fixo

Não são necessárias grandes estruturas para entrar no marketing de rede, o empreendedor pode trabalhar em sua própria casa, apenas com um celular e acesso à internet, além dos gastos não aumentarem conforme os rendimentos. Já no negócio tradicional normalmente é necessário escritório, funcionários, etc.

  1. Sem experiência ou perfil

Outro bom ponto é a flexibilidade de entrar no Marketing de Rede sem experiências anteriores ou sem ter algum curso superior. As habilidades necessárias serão adquiridas durante o processo.

  1. Alavancagem financeira

Em um modelo tradicional de trabalho, o funcionário demora anos para conseguir subir de cargo na empresa ou aumentar seu salário, o oposto do Marketing de Rede que possibilita esse crescimento profissional em menor tempo, conforme o que o próprio profissional apresenta em seu trabalho.

  1. Flexibilidade & Meritocracia

A jornada de trabalho de alguém que escolhe o Marketing de Rede é flexível, podendo ser igual, menor ou maior que a de um funcionário que segue as regras de horas na jornada de trabalho.

No entanto, é sempre bom lembrar que quanto maior o desempenho, maior serão os lucros do empreendedor.

Em meio a tantas empresas legítimas para apostar, Fábio Calixto escolheu a Jeunesse, empresa de marketing direto que promove saúde para seus clientes, para investir o seu empenho nessa área de atuação. Os motivos que levaram Fábio a essa escolha foram: a tecnologia exclusiva de antienvelhecimento, atuação global e o sistema de treinamento.

Para entender mais sobre como ser dono do seu próprio negócio no modelo de negócios de Marketing de Rede e receber dicas de como ter um negócio com liberdade e alavancagem financeira, entre em contato com Fábio Calixto.

E-mail: fabiocalixto@fabiocalixto.com.br

WhatsApp: +55 11 99122-8073

Site: http://www.fabiocalixto.com.br/empreender



Website: http://www.fabiocalixto.com.br/empreender
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.1%
27.3%
16.5%
8.3%
0.8%