14/01/2020 às 19h34min - Atualizada em 15/01/2020 às 00h51min

Pesquisa mostra que tentativas de fraude no e-commerce caíram 20,3% em 2019

A cada ano, a Black Friday está batendo recordes de pedidos e superando as expectativas de faturamento no comércio eletrônico brasileiro

DINO
https://www.consultoriadigital.com.br/

A cada ano, a Black Friday está batendo recordes de pedidos e superando as expectativas de faturamento no comércio eletrônico brasileiro, consolidando-se, dessa forma, como uma das principais datas do calendário do setor.

Mesmo o evento sendo muito promissor, conta com situações ruins, como fraudes, mas o número melhorou. Conforme análise realizada pela Konduto, a taxa de tentativas de fraudes sobre o total de pedidos realizados no comércio eletrônico brasileiro na Black Friday de 2019 ficou em 1,14%.

Isso é o equivalente a 20,3% a menos em comparação ao ano de 2018, no qual a taxa chegou a 1,43%, sendo menor também que a taxa média anual no Brasil, de 2,2% no ano passado.

A queda na porcentagem de fraudes só reforça o argumento sobre a ação ser menos executada pelos criminosos durante períodos como a Black Friday.

O que tende a aumentar são os números de pedidos verdadeiros no e-commerce, devido ao alto número de promoções concedidas na data. Os criminosos cibernéticos optam, dessa maneira, em realizar os golpes de forma fracionada, o que dilui a quantidade de pedidos fraudulentos.

Análises feitas pela Konduto

Costumeiramente, as promoções intensificadas pela data acontecem entre os quatro primeiros dias do evento, sendo do dia 28 de novembro ao dia 1° de dezembro.

Foram analisados, pela Konduto, mais de 3,1 milhões de pedidos, de um total de cerca de 4 mil lojistas. Somente na sexta-feira, o principal dia do evento e das promoções, foram analisados em média 15 pedidos por segundo.

O ticket médio dos pedidos realizados foi de R$ 445,55, o que representa quase a metade da quantia do ano de 2018, que foi de R$ 446,70.

A Konduto também analisou o volume financeiro. Os pedidos somados ultrapassaram a quantia de R$ 1,3 milhões durante a Black Friday de 2019. Sobre as tentativas de fraudes, a porcentagem foi de 2,24, frente ao número total de pedidos. Isso quer dizer que a cada R$ 1 mil em pedidos, R$ 22,40 eram de compras realizadas por criminosos cibernéticos.

Os segmentos brasileiros que mais apresentam número de fraudes

O segmento mais visado pelos criminosos que praticam fraudes durante a Black Friday, sem sombra de dúvidas, foi o de eletroeletrônicos. Foram cerca de 4,8% de tentativas de fraude, mantendo a tradição de criminosos que se concentraram em produtos como smartphones, tablets e laptops, devido ao seu elevado valor agregado de revenda.

Isso fez com que o ticket médio dos pedidos ilegítimos chegasse a R$ 879,35. Esse valor é quase que o dobro do valor do ticket médio geral.

Em seguida, há o segundo lugar, ocupado pelo segmento de turismo, com 1,6% das tentativas de fraude, depois os calçados, com 1,4%, e saúde e cosméticos, ambos com 1,27%. Os segmentos com os índices mais baixos foram de eletrodomésticos (0,59%) e acessórios (0,41%).

Investir em uma consultoria de SEO é alternativa para e-commerce

A Consultoria Digital é uma agência de marketing digital que conta com projetos de consultoria de marketing digital para pequenas empresas e ferramentas de SEO para tornar o site mais relevante no ranking de pesquisas realizadas em páginas de buscas como o Google.

Para entender como alavancar um e-commerce com os serviços oferecidos pela Consultoria Digital, basta navegar pelo site.



Website: https://www.consultoriadigital.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

52.8%
29.2%
16.0%
1.9%
0%