07/02/2020 às 08h42min - Atualizada em 07/02/2020 às 08h51min

Estratégias de Negócios: alguns insights brasileiros direto da Columbia University

Da produção em massa ao consumo personalizado, das grandes indústrias às empresas de nicho: todos precisam alinhar constantemente o conceito de estratégia. Esse cerne dinâmico do consumo foi o que fez o diretor de vendas da GH Branding Tiago Denardin viajar até a Columbia University e se unir a outras cabeças do business mundial em um curso especial de Estratégias de Negócios.

DINO
https://www.agenciagh.com.br/
Columbia University


O modo como o público enxerga produtos e suas respectivas marcas certamente tem mudado com uma velocidade impressionante nos últimos anos. Da produção em massa ao consumo personalizado, das grandes indústrias às empresas de nicho: todos precisam alinhar constantemente o conceito de estratégia. Esse cerne dinâmico do consumo foi o que fez o diretor de vendas da GH Branding Tiago Denardin viajar até a Columbia University e se unir a outras cabeças do business mundial em um curso especial de Estratégias de Negócios. De volta ao Brasil com a cabeça fervilhando de ideias, ele compartilha alguns dos insights valiosos que ele discutiu em Nova York, EUA.

O curso de imersão colocou o brasileiro em conexão direta com grandes nomes do empreendedorismo, como Peter Meola, Bill Klepper e Willie Pietersenn. “Estamos passando por diversas mudanças no mercado, líderes ansiosos por resultados com recursos limitados”, contextualiza o diretor da GH. “É nesse cenário que entra a estratégia, como uma ferramenta de conquista para quem está no mercado e quer se manter relevante em um mercado tão competitivo quanto o que enfrentamos hoje”.

Qual é o primeiro passo, de fato, para alguém que deseja implementar uma estratégia eficaz em sua empresa?

Tiago Denardin: Saber que as empresas são um mero elemento gravitando no mundo. Por mais que temos a impressão de que o mundo gira em torno do nosso negócio, isso é um grande erro. Eles fazem parte de um ecossistema de valor. Muitas empresas não dão certo ou quebram justamente por isso. Elas deixam de ter conexão com as pessoas e com o mundo lá fora.

Então antes de qualquer tomada de decisão é preciso observar?

TD: Exato. Essa fase inicial é de aprendizado. Tendências da indústria, realidade dos concorrentes, realidade das pessoas/clientes que estamos querendo nos conectar. É preciso ter uma mente aberta para isso e guardar a energia para a tomada de decisão mais adiante. Parece simples, mas é uma mudança crucial de mindset: entender que os negócios que gerimos são meras ferramentas que nos ajudam a viabilizar nossas conquistas.

E como criar uma proposta de valor superior?

TD: Depois de toda essa análise devemos retornar o olhar para o objetivo que estamos querendo conquistar e, finalmente, refletir sobre nossos desafios estratégicos para tornar possível essa conquista. E isso se resolve construindo uma Proposição Vencedora de Valor, ou seja, definindo uma forma de entregar benefícios superiores a nossa concorrência. As pessoas vão comparar a sua empresa com as outras. É preciso ter esclarecidos os benefícios que nos tornarão vencedores.

Muito se fala em viabilizar estratégias, mas como ter certeza de que as empresas estão seguindo um caminho certo?

TD: É necessário traçar prioridades-chave para tornar a Proposição de Valor uma realidade. Mas para isso também é crucial definir formas de mensurar os avanços, para então enxergar a evolução. É possível que, algumas vezes, os líderes notem que existe uma lacuna entre o cenário atual e o cenário desejado. Expectativa versus realidade. Se, por exemplo, nossos objetivos exigem um time rápido e ágil, e isso não é uma realidade, é necessário planejar ações e processos para afinar e alinhar esse ponto.

E para finalmente implementar isso em uma empresa?

TD: Não existe estratégia vencedora que não seja originada e comunicada pelo líder. Como uma campanha, uma estratégia deve ter um calendário de divulgação constante. As pessoas precisam estar sempre se recordando da jornada que estão seguindo e acompanhando essa evolução. Isso significa que as regras de sucesso podem mudar a qualquer momento.

Ou seja, as pessoas estão sempre atrás de benefícios e nós, como empresas, temos que entregar benefícios claros e superiores à concorrência para vencer. E mais, só pra gerar um pouquinho de ansiedade nesse papo, lembre que o seu futuro concorrente pode ser um modelo de negócio inédito. Hoje talvez ele ainda nem exista.

E o resultado?

TD: O que confirma com chave de ouro o sucesso de uma estratégia é a geração de lucro. Isso acontece e só tende a aumentar quando as pessoas veem valor no que compram e o custo de aquisição passa a ficar cada vez menos perceptível nessa matemática. Aí sim podemos afirmar com certeza que temos uma estratégia vencedora. Esse é o grande combustível para cumprirmos o propósito do nosso negócio nesse mundo.

GH Branding

Com escritórios em São Paulo (SP), Porto Alegre e Santa Rosa (RS), a GH Branding é um escritório global de branding com soluções de estratégia, design, conteúdo e tecnologia para clientes de diversos segmentos.



Website: https://www.agenciagh.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.2%
26.8%
16.3%
8.9%
0.8%