11/03/2020 às 17h11min - Atualizada em 11/03/2020 às 17h33min

O papel do Gerente de Projetos de Infraestrutura de TI para além da Tecnologia

Uma das áreas mais importantes dentro de uma organização pode ser determinantes na qualidade dos serviços prestados

DINO
http://www.dino.com.br

A infraestrutura de TI é uma das áreas mais importantes dentro e uma organização e tanto quanto importante ela é muito crítica. Responsável por ser um dos fatores determinantes da qualidade dos serviços prestados, podendo também contribuir para a vantagem competitiva e estratégica da instituição. Vista como um pilar de sustentação para a redução de gastos, prospecção de novos mercados e melhoria em si dos processos já existente.  

“A infraestrutura de TI tem evoluído com muita rapidez”.  Quem afirma isso é o Especialista em Gerenciamento de Projetos de Infraestrutura de TI, Rodrigo Jardim e completa “Nessa área é muito importante utilizar a gestão de projetos escaláveis, que não só forneça os meios adequados para a operação, mas também apoiem os planos e estratégias do negócio.” Rodrigo observa que, para alavancar o negócio é necessário que a empresa se torne mais competitiva e é nesse ponto que os serviços de infraestrutura podem colaborar.

Com mais de 19 anos de experiência na área, o especialista faz uma análise na área e constata que nessa área de gerenciamento de projetos, a maioria dos gestores de projetos tem base de formação em TI, construção e áreas mais relacionadas à engenharia. “O que acontece é que, o profissional está tão preocupado em se manter atualizado quanto às novas tendências e tecnologias, que deixa de se aprimorar nos conceitos de negócio, resultando em soluções não sustentáveis e muitas vezes, não funcional”, alerta.

A velocidade com que a tecnologia muda pode ser a mesma com que o caos se instaura.  O que é criado com tranquilidade, em muitas áreas, como na engenharia, por exemplo em 2 anos – não pode acontecer na informática por conta da tecnologia está em constante mudança. Por conta disso, foram criados conjuntos de práticas bem detalhadas que se concentram no alinhamento dos serviços e soluções de TI às necessidades do negócio. Entre elas estão: SCRUM, Cobit, CCMI e ITIL.

Os profissionais da área de Infraestrutura de TI, tem uma formação muito tecnológica e menos comercial. Jardim, aconselha “Os profissionais de TI precisam entender que, para propor uma solução efetiva com duração a longo prazo, é necessário entender a necessidade por trás da demanda e como os resultados apoiarão o negócio”. Muito discutido sobre o Standish Group's Chaos Report, dos últimos anos, a média de projetos bem sucedidos é de 35%. Isso quer dizer que mais de 65% não foram para frente ou não tiveram resultados satisfatórios. Se traduzirmos isso para em valores monetários, concluiremos que os gastos são bem elevados. Sendo assim, o detalhamento do escopo e dos resultados do projeto são fundamentais para se descobrir qual é a demanda a ser resolvida. “Um equívoco que é cometido com frequência é achar que a tecnologia tem a resposta para o nosso problema funcional. A resposta que dá somos nós. A tecnologia tão somente automatiza e torna o processo operacional”, ressalta Jardim.

Rodrigo destaca quatro pontos para ser avaliado em caso de novos projetos: Análise financeira x período do benefício; verificar se a infraestrutura se sustenta à longo prazo; a atualização das inovações é flexível? E por último e tão importante quanto é se a empresa está seguindo as conformidades regulatórias.

“Hoje independente do segmento ou tamanho da empresa um projeto de infraestrutura de TI  é considerado um investimento para o futuro sucesso das empresas e para isso o gerente de projetos de infraestrutura de TI deve estar preparado, não somente para prover a tecnologia, mas sim para prover soluções sustentáveis e escaláveis para o negócio”, finaliza Rodrigo Jardim.



Website: http://www.dino.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

52.8%
29.2%
16.0%
1.9%
0%