25/03/2020 às 13h44min - Atualizada em 25/03/2020 às 13h51min

A nativa da Mata Atlântica: quaresmeiras e flores com tons de roxo

Trata-se de uma árvore ornamental exuberante, nativa da Mata Atlântica, que floresce duas vezes por ano

DINO


Passada a folia do Carnaval, chega a Quaresma - o período de 40 dias de preparação para a Páscoa que vai desde a Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Ramos. Para os cristãos, trata-se de um tempo de penitência, oração e conversão. E para aqueles que apreciam árvores e flores, quando se fala em Quaresma, o que vem à mente é a imagem da quaresmeira.

Trata-se de uma árvore ornamental exuberante, nativa da Mata Atlântica, que floresce duas vezes por ano. De janeiro a março, mês em que coincide com a Quaresma - e daí vem seu nome -, e de junho até agosto. Seus frutos, que não são comestíveis, amadurecem de abril até maio e de junho a agosto.

Pode ser cultivada em qualquer jardim, atingir de 8 m a 12 m de altura; seu tronco é múltiplo ou simples com diâmetro que varia de 30 cm a 40 cm. As raízes da quaresmeira não são agressivas e, se plantadas em calçadas, não as danificam.

As flores, de beleza notável, adornam e enobrecem qualquer local. São brancas, rosa e, as mais chamativas, roxas - e aqui há mais uma intersecção coma a Quaresma, cuja cor litúrgica é o roxo. E há flores com essa cor que também podem embelezar o ambiente neste período do ano. Apresentam os mais diferentes tons, indo desde o lilás até o vinho bem escuro.

Uma dessas é a violeta. Precisa de bastante luminosidade, mas sem sol direto, para florescer, o que ocorre do inverno até o final de março. Suas flores são pequenas e bem resistentes. Algumas orquídeas também apresentam tons arroxeados nos mais variados matizes. São consideradas as flores com maior variedade de tons de roxo.

Outra flor com essa tonalidade é a alfazema. Originária do Mediterrâneo, floresce no outono, que começa agora no dia 20 de março, no inverno e na primavera. No Brasil, o tipo mais comum é a lavanda francesa, que tem flores lilás com um tom acinzentado. Preferem o clima frio, por isso, se adaptam melhor no Sul do país e em serras.

As hortênsias, embora tenham flores rosa ou azuis, também podem aparecer em roxo, de acordo com as características do solo. Florescem de janeiro a março. Como se vê, a natureza também proveu opções em roxo para embelezar ambientes, jardins ou ruas, explica Giuliana Flores.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.2%
26.8%
16.3%
8.9%
0.8%