20/04/2020 às 11h05min - Atualizada em 20/04/2020 às 11h12min

Direito Inteligente: como os dados favorecem a atividade jurídica

A tecnologia está transformando muitos setores e com o jurídico não é diferente, ela contribui para economizar tempo, mitigar erros, reduzir custos e trazer mais acurácia aos processos.

DINO
http://www.neuralmind.ai


Dados comumente são sinônimos de trabalhos burocráticos e morosos. E, historicamente, o universo jurídico sempre envolveu um volume considerável de deles. Porém, assim como em outros setores, esse volume de dados não para de aumentar. Cada vez mais, a rotina do advogado necessita de mais informações, conteúdos esses relevantes para o conhecimento dos casos e a elaboração de estratégias.

Por outro lado, cresce também a pressão por serviços cada vez mais rápidos, rentáveis e eficientes. Mas como fazer para essa equação fechar? E aí que entra a tecnologia.

Trabalhar com uma capacidade extensa de dados, organizá-los e extrair as informações mais estratégicas para cada processo é um dos principais desafios atuais. Portanto, essa capacidade somada à agilidade e eficiência influenciam diretamente na qualidade do serviço e nos resultados dos escritórios de advocacia e departamentos jurídicos.

A tecnologia como grande aliada
A tecnologia está transformando muitos setores e com o jurídico não é diferente, ela contribui para economizar tempo, mitigar erros, reduzir custos e trazer mais acurácia aos processos, visto que o trabalho com dados costuma envolver atividades mecânicas e repetitivas.

Mais que otimização, os softwares disponíveis atualmente no mercado trazem cada vez mais soluções que beneficiam não só os advogados, mas principalmente os clientes. Já existem programas especializados em jurimetria, extração automatizada de dados de documentos; verificação de empresas, pessoas e objetos, assinatura digital em documentos, garantia de compliance, organização, processamento e arquivamento de dados, controle de processos e prazos, entre outros.

Mudanças na prática
Muito se fala da possibilidade da tecnologia extinguir postos de trabalho, por isso alguns profissionais relutam em adotar essas ferramentas. O que acontecerá, na prática, é uma transformação. Ao invés de se dedicar às atividades burocráticas, mecânicas e repetitivas, os advogados poderão destinar seu tempo na prestação de serviços de mais qualidade, com foco em estratégia e resultados.

Olhando da perspectiva financeira, essa transformação trará impactos até na renda do escritório, que poderá aumentar significativamente, já que a otimização proporcionada pela tecnologia pode permitir o atendimento de um número maior de clientes, por exemplo.

É preciso se adaptar
Nesse momento de transição, a palavra-chave é adaptação. A inovação tecnológica é uma realidade sem volta e a verdade é uma só: quem não incorporar as novas ferramentas ficará para trás. E esse desafio está presente em todos os âmbitos de trabalho, não somente no jurídico.

O profissional do futuro deve exercer sua resiliência e capacidade adaptativa desde agora, dando menos peso aos processos obsoletos e já de olho nas inovações disponíveis. A visão de mercado e a inteligência estratégica podem ser determinantes para seu negócio ser mais competitivo.



Website: http://www.neuralmind.ai
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

46.0%
26.2%
17.5%
9.5%
0.8%