01/06/2020 às 17h14min - Atualizada em 01/06/2020 às 17h42min

Startup Avctoris facilita o registro de copyright (direitos autorais) on-line durante a pandemia

A quarentena provocada pelo coronavírus criou um problema enorme para escritores, roteiristas, músicos, designers, ilustradores e outros profissionais que precisam registrar suas obras para proteção do seu direito autoral (copyright) a Biblioteca Nacional e a Escola de Belas Artes da UFRJ estão fechadas, mas uma startup chamada Avctoris oferece uma solução para esse problema.

DINO
http://www.avctoris.com
Site Avctoris

Desde 16 de março, todas as unidades da Fundação Biblioteca Nacional e da Escola de Belas Artes da UFRJ estão fechadas em razão das medidas recomendadas para contenção do coronavírus. 

Essa medida deixa sem atendimento milhares de escritores, designers, ilustradores, músicos e outros profissionais que precisam proteger suas obras. 

A startup Avctoris, que realiza o mesmo tipo de registro, porém, atuando totalmente on-line, está suprindo essa carência. Além do fato de não estar fechada, a startup oferece vários outros benefícios em relação aos órgãos estatais, tais como:

 

- Registro válido em 177 países;

- O certificado é inviolável e auditável;

- O registro é concedido em até 24 horas;

- O registro atende os requisitos de 3 tratados internacionais;

- Custo extremamente baixo.

 

Um dos setores que não foi afetado pela quarentena ou, em alguns casos até teve um crescimento foi a economia criativa, muitos produtores de infoprodutos, compositores, designers, ilustradores, etc... tiveram um "boom" criativo neste período e, justamente quando mais precisam, ficaram sem a possibilidade de proteção das suas novas obras, pelo menos era o que parecia.

Segundo o fundador da Avctoris, Rudinei Modezejewski, a startup teve um crescimento de 50% nas consultas e aproximadamente 30% nos registros, mas esses números tem crescido constantemente então não se pode determinar que esse seja o ápice do crescimento.

"Sempre soubemos que em algum momento os tais orgãos oficiais não conseguiriam atender as necessidades do usuário, porém, ninguém esperava que fosse por uma epidemia, nossas análises apontavam que a lentidão e a burocracia seriam o fator determinante, de qualquer forma, estamos prontos para atender todos que necessitarem pois sendo uma startup, crescer exponencialmente está no nosso DNA, podemos absorver qualquer quantidade de registros" afirma Modezejewski.

Segundo dados fornecidos pela Avctoris, a startup cresceu mais de 500% em 5 anos, mas a expectativa é um crescimento ainda maior nos próximos 3 anos, superando os 3.000%.

A empresa confirmou que está se preparando para atuar globalmente, começando pela Europa que tem uma legislação de direitos autorais similar à brasileira, posteriormente a ideia é atuar no mercado da Ásia e Oceania.

Também estão previstos novos serviços, em especial para atender dois de seus 3 principais públicos, os designers e os escritores.

A empresa inclui nos "designers" os profissionais que atuam com design gráfico, de produto, de embalagem, ilustradores e publicitários e por "escritores" estão incluídos os roteiristas também.

"Temos planos bem ambiciosos para esses públicos, com serviços adicionais que visem tanto o monitoramento do plágio e pirataria quanto a criação de marketplaces onde os autores poderão transacionar (vender ou licenciar) seus trabalhos" confirma Rudinei.

A valorização do copyright como fonte de renda e ponto de partida para novos negócios tem se ampliado nos últimos 10 anos, período onde grandes corporações passaram a dar destaque para seu portfólio de direitos imateriais. Por exemplo, o caso da Fox, que foi comprada pela Disney exclusivamente por conta do seu acervo de direitos autorais.

Todo dia surgem notícias de acusações e condenações por plágio e pirataria e, especialmente no Brasil, há um endurecimento das punições contra piratas, plagiadores e marketplaces que permitem ou facilitam essas práticas.

Há uma nova percepção das possibilidades que envolvem os direitos autorais desde que Harry Potter tornou-se uma febre e uma fanfic ganhou status de best-seller com a série 50 Tons de Cinza. 



Website: http://www.avctoris.com
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

52.3%
29.0%
15.9%
2.8%
0%