05/06/2020 às 11h06min - Atualizada em 05/06/2020 às 11h12min

Algumas lições valiosas para iniciar um negócio durante uma crise econômica

Crises econômicas podem ser grandes desafios para empreendedores que estão tirando as suas ideias do papel. Porém, com estratégia, planejamento e determinação é possível sim abrir um negócio durante um período de recessão.

DINO
http://www.unicacontabil.com.br

A pandemia é uma situação sem precedentes na história moderna e atingiu com força total as principais economias mundiais. No Brasil, por exemplo, a projeção do mercado para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 é 6,25%, segundo o Relatório Focus, do Banco Central (BC). Diante dos dados e da situação atual, muitas pessoas têm dúvida se devem ou não iniciar um negócio durante uma crise econômica.

O que elas precisam saber é que o empreendedorismo está diretamente ligado com a habilidade de se arriscar com "segurança". Francisco Loschiavo, 54, sócio-fundador da CTI Global, por exemplo, abriu sua empresa em meio a uma crise econômica. Ele se arriscou, mas soube fazer isso com pés no chão.

"Quando abrimos as portas da CTI Global [especializada em soluções financeiras], em 1992, éramos apenas três jovens profissionais. Naquele momento de rescaldo da crise gerada pelo Plano Collor, apostamos em preços mais competitivos do que as gigantes do segmento.

Não demorou para que chegassem grandes clientes em busca de orçamento mais enxuto, devido à crise, mas que não abriam mão de soluções para analisar suas demonstrações financeiras em meio ao caos da hiperinflação. Não à toa, nosso primeiro carro-chefe foi uma ferramenta que expurgava a inflação dos demonstrativos. Dois anos depois, novas oportunidades surgiram com a estabilidade trazida pelo Plano Real", revelou em entrevista ao portal PEGN.

Há ainda outros exemplos de empresas que iniciaram seus negócios durante crises, como Poit Energia, Buscapé, Dr. Consulta. Todas essas empresas enfrentaram o momento incerto, mas, certamente, não se arriscaram sem antes entender o mercado. Como? Veja um lista com algumas lições valiosas para iniciar um negócio durante uma crise econômica.

Ativação do instinto de sobrevivência

Iniciar um negócio durante uma crise exige que o empreendedor invista em práticas comerciais fortes e de longo prazo.

Por exemplo, ao se deparar com dificuldade de orçamento, a empresa precisará começar com operações críticas e econômicas.

Isso significa que todo o modelo de negócio deverá ser desenvolvido com um poderoso instinto de sobrevivência e analisando cada ponto para que ela possa sobreviver a longo prazo.

Aprenda a captar investimento de forma inovadora

É muito comum que durante crises econômicas seja extremamente complicado conquistar investimentos. Por isso, o empreendedor que deseja abrir seu negócio em momentos como esses precisará inovar e conseguir captar dinheiro por meio do convencimento. Você precisará demonstrar para os investidores que, de fato, sua empresa vale o risco.

Incube sua empresa durante a crise

Frederic Kerrest, cofundador da Okta, iniciou seu negócio durante a crise econômica da Argentina e uma das suas atitudes foi incubar sua empresa durante a recessão. "Por que não focar no sucesso de um pequeno conjunto de clientes? Em 2010, a Okta tinha apenas dez clientes a bordo. Passamos o ano inteiro focados em seu sucesso, iterando e descobrindo o que eles precisavam e a melhor forma de entregar. Em 2011, tínhamos 50 clientes; hoje temos mais de 2.000. Use um período de inatividade para definir os principais recursos do produto, acertar sua arquitetura e garantir que seus primeiros clientes vejam o valor do produto. O sucesso de seus primeiros clientes é crucial para seu sucesso a longo prazo", ensina.

Aprenda que não há momento correto para abrir uma empresa

Outra lição de Frederic Kerrest, cofundador da Okta, é que não há momento correto para abrir uma empresa.
"Iniciar um negócio é difícil em qualquer conjunto de circunstâncias. Se você está construindo um negócio a longo prazo, em algum momento, é provável que lide com uma economia difícil, um clima difícil de financiamento ou outras circunstâncias financeiras que estão fora de seu controle", explica.
Ele ainda continua: "aprender a mitigar essas externalidades em tempos difíceis ajudará a configurar você e sua empresa para o futuro - e quanto mais cedo você aprender, melhor", enfatiza.

Aceite ajuda de profissionais especializados

Por fim, a última lição para abrir empresa em um momento de crise é que o empreendedor entenda que precisará de ajuda. Por exemplo, abrir uma empresa em Goiânia , e em diversas cidades do Brasil, exige um processo burocrático complicado, mas isso pode ser evitado com a ajuda de um contador .

Além disso, um escritório de contabilidade permite que o empreendedor consiga lidar com diversos problemas durante momentos de crise, como: controle do fluxo de caixa, redução do pagamento de impostos, consultoria financeira e muito mais.



Website: http://www.unicacontabil.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

52.3%
29.0%
15.9%
2.8%
0%