19/05/2021 às 15h06min - Atualizada em 20/05/2021 às 00h00min

A importância do reconhecimento para a motivação laboral

Empresas que investem em reconhecimento tendem a ter profissionais mais focados e comprometidos com sua missão e seus valores

SALA DA NOTÍCIA Patricia Nascimento
https://www.acreditti.com.br/

Quando uma empresa se preocupa em reconhecer seus profissionais, ela demonstra sua gratidão e o valor que dá às pessoas que se dedicam e garantem o pleno funcionamento das operações realizadas. Especialistas afirmam que o reconhecimento é importante para manter e destacar o esforço e a dedicação aplicada naquela ação, além de impulsionar a autoconfiança do profissional e o ajudá-lo a construir uma visão de futuro na empresa.

Especialista em orientação vocacional, a psicóloga Letícia Diniz explica que as emoções são reações automáticas da natureza humana diante de um estímulo. “O ato de incentivar por si só é um estímulo que produz nas relações vínculos pautados no apoio que passa a ideia do ‘estamos juntos’ em prol de um resultado”. Segundo a especialista, o sentimento de segurança é fortalecido nesta relação, uma vez que a sensação de cuidado transmite ao colaborador uma visibilidade e importância para o grupo.

Atuante no setor de quitação de dívidas para empoderar e resgatar a autoestima de seus clientes, o Grupo Acreditti é a maior empresa de prevenção de bens alienados e redução de dívidas no país, e desenvolveu um método próprio de trabalho que foca no colaborador como um parceiro de negócios. “O capital humano é nosso maior e melhor recurso, tendo em vista que a equipe é um dos pilares por trás do sucesso e do fracasso das empresas. Por entendermos que isso corrobora para o crescimento coletivo e para o fomento à coesão e unidade dos nossos serviços, incentivamos as parcerias com pessoas jurídicas, que são as responsáveis por expandir nossa missão com o cliente final”, comenta Marcelo Alencar Júnior, CEO do Grupo Acreditti.

Com pouco mais de 200 colaboradores empreendedores, a empresa fundada em 2007 investe em treinamentos e atualizações constantes, além de formar e capacitar pessoas que não possuem experiência, mas se interessam pelo mercado de dívidas. Uma das principais motivações da empresa é destacar e valorizar o desempenho de sua equipe. Para isso, realiza mensalmente um evento interno – com adoção de todas as medidas sanitárias necessárias contra a covid – para comemorar resultados e performance.

Apontada mais uma vez como destaque, Kelli Siqueira explica que a empresa trabalha com metas individuais e coletivas - estas definidas no início do mês. “As metas individuais são diárias. Sou bem competitiva, então minha estratégia pessoal se baseia em me esforçar ao máximo para alcançar todas elas, especialmente porque sei bem onde eu quero chegar”, comenta ela que já foi destaque várias vezes consecutivas: “Procuro ser constante em tudo o que faço”.

Para Ingrid Andrade, a maneira com que a empresa valoriza, cuida e acredita no time e nos propósitos individuais é motivador e inspirador: “Ser reconhecida como destaque é só um bônus. Deixei muitas coisas para trás pra poder seguir meus objetivos aqui e, consequentemente, quando você foca e se dedica, coisas boas aparecem no meio do caminho. Há três meses, quando entrei na Acreditti, tracei metas e fiz uma lista das coisas que eu queria alcançar em determinado tempo, anotando também o que eu precisava fazer para alcançar. E quando eu soube que tinha sido indicada como destaque, vi que tinha realizado uma das metas e me emocionei; prometi pra mim mesma não parar de acreditar em mim e dobrei a meta, porque quero alcançar objetivos maiores ainda esse ano”.

Também estreante no posto, Leonardo Henrique enfatiza a gratidão pelo reconhecimento ao trabalho que realiza: “Sou grato todos os dias e faço meu trabalho com muito amor. Não foco no dinheiro, mas sim no resultado que vou entregar para a vida de outras pessoas e ser escolhido como destaque é muito bacana”

Neste contexto, a psicóloga reforça ainda que pessoas mais conscientes de si, que sabem identificar suas emoções, limites e principalmente as oportunidades, aproveitam melhor a proposta da organização e utilizam com efetividade e constância os benefícios oferecidos pela empresa. “Entendo que essa é uma forma importante de tornar o trabalhador mais participativo no negócio, com autonomia, lidando com os desafios e aumentando o sentimento de satisfação e realização”, conclui Letícia.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

46.7%
27.5%
16.7%
8.3%
0.8%