26/05/2021 às 13h59min - Atualizada em 26/05/2021 às 16h20min

Dicas para verificar e melhorar a velocidade da sua internet

Como saber se sua internet está funcionando de forma adequada

SALA DA NOTÍCIA Victor Augusto de Alencar
Pixabay
Quando a internet não funciona corretamente, é um motivo de frustração. Ela é uma ferramenta indispensável nos dias de hoje para trabalho, estudo, entretenimento e socialização.
Se a velocidade da internet estiver baixa ou se a conexão apresenta falhas de estabilidade, as ferramentas digitais funcionam de forma mais demorada, o que prejudica o usuário. Dessa forma, para resolver o problema, ele deve encontrar a fonte.
Há casos em que a culpa é do hardware, um fio solto ou fusível queimado, talvez um aparelho com sensor desgastado. Mas há situações em que o problema é a rede e é importante saber identificá-las.

Onde verificar a velocidade da internet

Existem ferramentas online que podem auxiliar o consumidor a checar se a velocidade da internet está abaixo do esperado. Uma delas é o medidor do Minha Conexão, que, em múltiplos fatores, avalia a rede.
O medidor funciona com base em quatro fases. Na primeira, detecta seu IP e conecta seu modem a um servidor parceiro próximo.
Na segunda, faz testes de transferência de dados, delimitando a latência da rede. Esse teste avalia o tempo de ida e volta dos dados do servidor, o que quantifica a estabilidade da conexão.
Para quem pretende realizar videochamadas, transmissões ao vivo e download de arquivos maiores, a latência é fundamental para evitar pausas indesejadas.
Na terceira fase, o velocímetro analisa a qualidade do download, ou seja, quanto tempo sua rede leva para obter dados online. Como a maior parte dos usuários recebe mais dados do que transmite, essa medida é fundamental: é o que determina o carregamento de serviços de streaming, download de arquivos e mensagens.
A última fase é a taxa de upload. Em uma velocidade de internet adequada, o upload também tem as taxas necessárias para utilização do dia-a-dia. Ainda que menos utilizada, essa transmissão de dados é a responsável pelo envio de arquivos, backup, upload de conteúdo e muito mais. Portanto, deve também estar adequada.
O medidor permite acompanhar ao longo do tempo as mudanças em sua conexão. Se ela for gradativamente perdendo a qualidade, é possível registrar e conversar com a operadora.
Também é possível baixar o aplicativo MinhaConexão e medir, além das redes wi-fi, a conexão móvel contratada em sua operadora de celular. Dessa forma, o consumidor pode ficar alerta para potenciais falhas, não importa a plataforma escolhida para utilizar a internet.

Como melhorar a qualidade da internet

Se a velocidade da internet for abaixo do necessário mas adequada ao plano contratado, é possível que seja hora de trocar a assinatura. Após realizar o teste do velocímetro, o usuário pode acessar o ranking de provedores no Minha Conexão. Por lá, é possível comparar a estabilidade e confiabilidade de diferentes operadoras.
A partir dessa análise, é possível optar pela operadora que ofereça maiores vantagens em cada cidade, seja para uso doméstico ou para empresas que querem ficar melhor conectadas e atingir os clientes pelas redes digitais.
Mas, se a rede estiver atingindo os requisitos, talvez o problema esteja nas instalações. Existem algumas medidas para melhorar a qualidade da internet em casa e no trabalho.
  1. Atente aos aparelhos
Mantenha os hardwares sempre atualizados. Um roteador antigo não transmite a mesma quantidade de informações, então cuidado com as configurações do aparelho na hora de comprar.
Se o aparelho em si for recente, não se esqueça de instalar atualizações de desempenho e reiniciá-lo com frequência.
  1. Mantenha a rede segura
Uma rede desprotegida pode ter o sinal acessado por pessoas de fora. Utilize sempre uma senha segura e um protocolo de proteção adequado.
Outra dica é trocar a senha com frequência.
  1. Coloque o roteador em um bom lugar
O roteador deve ficar em um lugar adequado para manter a velocidade da internet.
Coloque-o em um lugar da casa ou do escritório que esteja próximo dos dispositivos conectados, em um lugar alto (para que as ondas se propaguem em todas as direções) e com o mínimo possível de obstáculos.
Caso necessário, opte pela instalação de repetidores de sinal para potencializar o alcance de sua rede.
  1. Cuidado com softwares que sugam a rede
Se múltiplas pessoas utilizam a mesma rede, há casos em que uma delas pode demandar mais sinal para seu dispositivo.
Isso ocorre, por exemplo, em chamadas de vídeo e download de softwares. Para evitar o problema, faça uso da tecnologia QoS (Quality of Service).
Disponível nas configurações dos roteadores comuns, essa função permite a criação de protocolos de utilização, priorizando alguns programas acima de outros e bloqueando aqueles que utilizam muito a banda larga, se necessário.
Para quem trabalha e/ou estuda na mesma rede, essa função ajuda a priorizar as tarefas importantes na conexão.
Quer conhecer melhor os planos de internet disponíveis em sua região? Acesse o Minha Conexão e veja ofertas de internet banda larga!
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

46.7%
27.5%
16.7%
8.3%
0.8%