11/06/2021 às 11h23min - Atualizada em 12/06/2021 às 17h25min

Bia Oliveira comemora 32 de carreira

A diretora que conquistou o mundo com sua arte

SALA DA NOTÍCIA BETH MENDANHA
Divulgação
          Maria Beatriz Oliveira. Maria porque tem a força de toda Maria. Depois a Beatriz foi para os palcos e se transformou na Bia. Ganhou fama ao descobrir, lapidar e lançar talentos nos palcos e nas telas. E então ela própria se tornou a conhecida Bia Oliveira. Já não era mais a sobrinha de um dos  maiores dramaturgos do Brasil, Domingos Oliveira. Agora ela é a respeitada descobridora e preparadora de elenco Bia Oliveira.
           Diretora de sucesso, de inúmeros espetáculos, com o sobrenome Oliveira, não ia ficar em uma única arte, afinal, corre na veia dos Oliveira não apenas sangue, mas um quê de muito talento. E Bia, resolveu fazer cinema. Escrever roteiros. Se enveredou na sétima arte com esse peculiar talento Oliveira. E logo retornou dos EUA com dois prêmios de cinema na bagagem. Fez filme durante a pandemia. Ela também é autora, best-seller, claro. Seu livro “Meu Caminho”, lançado pela Editora Livr(a), logo alcançou o selo. Bia não se contenta com pouco. Essa coisa de que o céu é o limite, definitivamente não é para ela. Bia não consegue ficar parada. Sua mente funciona em modo “full” (total)!
           Bia montou sua própria companhia, Coletivo Biarte, que faz parte da Biarteventos. Galgou uma carreira brilhante dirigindo espetáculos que viajaram o Brasil e projetaram nomes de atores que hoje desfilam no hall da fama considerados entre os grandes nomes da TV: Bruno Gissoni, Rodrigo Simas, Felipe Simas, Arthur Aguiar, Ricardo Vianna, Felipe Roque, Fabio Scalon, Laryssa Ayres, Mariana Oliveira, Valentina Bulc... E sua obra prima, sua maior criação: João Oliveira, seu caçula. Ele cresceu nos palcos e atualmente protagoniza a série a ser lançada em breve pela Amazon, Lov3. Ela está comemorando 32 anos dessa carreira incrível artística. E ainda tem muitos planos para por em prática, como roteiros e ser premiada em solo brasileiro por seus filmes.
             Em poucas cenas, tem sensibilidade e capacidade de descobrir se o ator ou a atriz vai dar certo. Tem o dom apurado de criar para fazer rir e chorar. Tira de cada um o que cada um tem de melhor a oferecer. Dentre seus espetáculos, destaque para Os Melhores Anos das Nossas Vidas; Conto de Verão; Confissões de Adolescentes; Beijos, Escolhas e Bolhas de Sabão; Crônicas do Amor Mal Amado; Brainstorming Anônimos; Capitães da Areia e muitas outras que alegraram adolescentes e famílias e encheram os teatros fazendo com que ingressos se esgotassem nas bilheterias e o público fosse em busca de alguns minutos com olhos vidrados em seus ídolos, que logo viraram galãs de novelas.
            “Tia Bia”, como alguns a chamam até hoje, herança das aulas de teatro na escola, é uma forma carinhosa que ela se orgulha de ter recebido de seus alunos. Quem a vê comandando seu elenco, se espanta. Às vezes se apresenta até com 33 pessoas, como foi o caso do espetáculo Capitães da Areia, que ela precisou recorrer aos capoeiristas do Grupo Capoeira Brasil, do Capoeirista Mestre Boneco para compor o elenco, mas que em cena, foi uma verdadeira pintura. Talvez outro profissional não correria o risco de colocar no palco atores com capoeiristas durante uma cena de “maculelê” com facões de verdade, mas que rendia ao espetáculo aplausos de pé a cada apresentação. Essa é Bia Oliveira! Esse é seu olhar de sucesso!

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

46.0%
26.2%
17.5%
9.5%
0.8%