21/06/2021 às 12h15min - Atualizada em 21/06/2021 às 13h05min

Mitos e Verdades do óleo de coco na dieta

Especialista em nutrição desvenda os benefícios do uso do óleo de coco na nutrição diária

SALA DA NOTÍCIA Paula Fiuza
Com certeza você já ouviu alguém falar sobre os diferentes usos do óleo de coco no cuidado pessoal. Mas você sabia que o óleo de coco é também um excelente aliado na nutrição?

Extraído do fruto maduro, o óleo de coco virou febre principalmente entre aqueles que buscam por uma alimentação saudável e formas de emagrecer, ganhando grande destaque no mercado alimentício. A marca Vitorena, já consolidada com produtos à base de óleo de coco e molhos de pimenta com ingredientes melhores selecionados, inovou e lançou neste ano a monodose de óleo de coco de 30 ml e a manteiga de coco com vendas no varejo.

O óleo de coco ainda é motivo de muitas dúvidas, mitos e lendas quanto aos seus benefícios para a saúde através da dieta. Por isso, o nutricionista especialista, Marco Quintarelli, vai responder aos mitos e verdades mais comentados referentes ao óleo de coco, esclarecendo as suas vantagens, contraindicações, atenção em relação ao seu consumo e dicas.
 
  1. O óleo de coco é mais saudável que óleos de cozinha vegetais, como soja, girassol, canola, etc?
Verdade! O óleo de coco é composto por 90% de gordura saturada, sendo 2/3 desta gordura de TCM (triglicerídeos de cadeia média) que, segundo estudos possuem muitos benéficos para a saúde, melhor que os óleos refinados vegetais em geral.
 
  1. O óleo de coco deve substituir o azeite?
Mentira! O óleo de coco não deve substituir o azeite. Eles são lipídeos de estrutura molecular diferentes. O azeite tem alto teor de lipídeos monossaturados e com especificações diferentes de um lipídio com alto teor de gordura saturada como o óleo de coco. Ele pode sim ser utilizado como se utiliza o azeite em algumas preparações, mas sempre sobre orientação de um nutricionista.
 
  1. O consumo de óleo de coco promove doenças cardiovasculares
Mentira! A Associação Americana do Coração (AHA) não indica o consumo de óleo de coco devido ao alto teor de gorduras saturadas, porém, recentes estudos mostram que o consumo do óleo de coco ajuda a melhorar os fatores de risco de doenças cardiovasculares como diminuir o LDL e aumentar o HDL, lipoproteínas que atuam para aumentar ou diminuir o risco das doenças cardiovasculares.
 
  1. Óleo de coco emagrece e auxilia no controle do açúcar no sangue
Verdade! Atualmente existem artigos científicos que comprovam os benéficos do óleo de coco, quando sendo utilizado de forma correta e controlada, para o aumento do metabolismo saudável, auxiliando na perda de peso. Além disso, seu consumo consciente também tem poder de melhora da função mitocondrial das células o que reduz o risco de doenças auto imunes, diabetes, aterosclerose, câncer, entre outros.
 
  1. Consumo de óleo de coco ajuda a melhorar funções cognitivas e previne Alzheimer
Verdade! Existem estudos e artigos que demonstram os benefícios do consumo do óleo de coco em diversas doenças do ser humano, como o Alzheimer. Seu consumo, quando correto, auxilia na melhora da função mitocondrial das células o que melhora a função neurológica e cognitiva o que beneficia a redução de possíveis doenças neurodegenerativas como o Alzheimer.
 
  1. Todo mundo pode consumir óleo de coco, sem contra indicação
Mentira! Apesar de ser uma gordura considerada saudável, todo o consumo, como quantidade e frequência, deve ser indicado e avaliado por um nutricionista. Ele pode avaliar o perfil alimentar do paciente, suas comorbidades, a quantidade e frequência de consumo.
 
  1. O óleo de coco promove saciedade e ajuda na prisão de ventre
Verdade! Devido ao seu perfil lipídico, o óleo de coco ajuda na saciedade, ajuda na microbiota intestinal, melhorando o desempenho do intestino pois também é considerado um antiviral, antibiótico e antifúngico.
 
  1. Óleo de coco melhora o sistema imunológico e previne gripes e resfriados
Verdade! O óleo de coco é considerado um antiviral, antibiótico e antifúngico, por conter recursos essenciais para fortalecer o sistema imunológico de um organismo. O óleo de coco também possui propriedades antioxidantes, antifúngicas, antibacterianas e antimicrobianas que também contribuem para um corpo saudável e imune.
                                                                                                                                                 
  1. O óleo de coco promove energia
Verdade! O óleo de coco na dieta, quando assistida e feita de forma correta, pode ser uma excelente fonte de energia.

Para concluir, devemos sempre considerar que o óleo de coco é um lipídeo altamente calórico e que, devido às suas características e propriedade, deve ser utilizado de maneira adequada para que o indivíduo se beneficie de todos as suas qualidades. Cada indivíduo possui uma característica de necessidade nutricional que deve ser respeitada para não se ter problemas de saúde no futuro.
Para uma alimentação saudável e adequada a você, consulte um nutricionista.

Sobre Marco Quintarelli
Formado em Nutrição (CRN4- 20.100.945), Marco Quintarelli possui especialização em Nutrição Integrada que é o segmento que utiliza os processos de produção dos alimentos (Nutrição de Produção), desenvolve novos produtos, cuida do preparo e garante a segurança alimentar e os valores nutricionais.
A Nutrição Integrada é voltada às necessidades do corpo, da mente e do espírito, onde o alimento desempenha diversos papéis na vida do paciente. Ela é Integrada quando incluímos todos estes processos e os adaptamos para tratar cada indivíduo com suas características únicas e suas possíveis comorbidades (Nutrição Clínica).
Marco Quintarelli está cursando duas pós-graduações, em Nutrição Clínica pela UFRJ e em Fitoterapia aplicada a Nutrição.
https://www.instagram.com/marco_quintarelli_nutri/
Site: http://marcoquintarelli.com.br/
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

46.0%
26.2%
17.5%
9.5%
0.8%