23/08/2021 às 17h46min - Atualizada em 24/08/2021 às 00h00min

O fim da fome no Brasil é tema em destaque na Feira Internacional do Livro

Agenda do dia para esta terça-feira (24/08) tem ainda Milton Hatoum e Semíramis Paterno no Combinando Palavras; Marcia Tiburi no projeto Utopias e Conferência com o escritor alemão Martin Puchner

SALA DA NOTÍCIA Andrea Berzotti e Luciana Grili
www.fundacaodolivroeleiturarp.com
Martin Puchner: escritor alemão participa de conferência e fala com o público da FIL nesta terça-feira, a partir das 19h10
Há caminhos e formas possíveis para erradicar a fome no Brasil? Esse questionamento desembarca nesta terça-feira (24) na 20ª FIL - Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto, pautando o debate “Fim da fome no Brasil: uma utopia?”. O encontro, que começa às 16h30, reúne o filósofo, sociólogo e diretor regional do Sesc do Estado de São Paulo, Danilo Santos de Miranda; o presidente nacional da Central Única das Favelas (CUFA), produtor cultural, empresário, escritor, fundador e CEO do Laboratório de Inovação Social (LIS), Preto Zezé; e o CEO da ONG Ação da Cidadania - uma das principais organizações não governamentais do país -, Rodrigo Afonso. O acesso ao debate é livre e gratuito, pela plataforma da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto e canal do YouTube.

A programação do dia traz também três sessões do projeto Combinando Palavras, focado no incentivo e estímulo ao desenvolvimento de habilidades artísticas nos alunos do Ensino Fundamental, Médio e Técnico, das redes pública e privada de Ribeirão Preto e Região, em atividades prévias monitoradas pelos professores. A primeira sessão, às 8h30, será com a ilustradora Semíramis Paterno, autora infantojuvenil homenageada pela FIL nesta 20ª edição - arquiteta de formação, mas que tem nos desenhos e ilustrações literárias sua grande paixão profissional. Nas outras duas sessões (10h30 e 14h30), o Combinando terá a presença do escritor Milton Hatoum, um dos grandes nomes da literatura contemporânea brasileira, premiado nacional e internacionalmente.

É tudo verdade?
Outro destaque da agenda é o segundo bate-papo do projeto Utopias, com participação da escritora, artista plástica, professora e doutora em Filosofia, Marcia Tiburi. Este encontro, às 13h, coloca em pauta a questão da “Verdade” em tempos orquestrados pelas redes sociais, notícias falsas e polarização de discursos em nível mundial. O dia tem ainda novidade literária. Desde 2016, levando à FIL lançamentos de coletâneas de textos e imagens produzidas por seus alunos, o colégio Anglo Ribeirão apresenta neste ano o livro “O mundo que herdamos e o mundo que queremos deixar de herança”, que terá uma sessão ao vivo de leitura de textos, mostra de imagens e premiações. O evento será às 15h.

No Salão de Ideias, Marcos Câmara convida o público a participar da conversa sobre “A música canta a utopia escrita”, às 18h30. Musicólogo e professor do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP-RP, Câmara também é autor de três livros: “Fructuoso Vianna - orquestrador do piano”, “Os lugares e as cores do tempo: música, sociedade e educação”, e “Poesia da Terra”. A mediação da atividade fica a cargo de Dulce Neves, presidente da Fundação do Livro e Leitura.

Na Conferência que começa às 19h10, o filósofo e escritor alemão Martin Puchner conversa com o público da Feira. Professor de inglês e Literatura Comparada na Universidade de Harvard, Puchner também é crítico literário e autor de livros que abordam temáticas diversas, com tradução em mais de 20 países. A mediação da atividade é do filósofo Filipe Martone. Antes da Conferência, a atriz e produtora cultural Ana Luz, ao lado do ator João Vítor Zanato, apresentam o web programa Conexões Literárias, com o tema “Uma visita à obra de Martin Puchner”, em homenagem ao palestrante. O Conexões Literárias é produzido mensalmente pela Fundação do Livro e Leitura, com objetivo de oferecer entretenimento e informação sobre o universo da literatura.

Nossos escritores
Dentro do espaço reservado para os autores locais, a terça-feira apresenta quatro nomes: Regina Baptista, Leila Yunes, José Carlos Barbosa e Vivian Villalba - todos em entrevistas gravadas especialmente para a FIL. Regina Baptista tem oito livros publicados entre novela, narrativas, romances, contos e antologia. Sua obra mais recente é “Até a última gota”, lançado no primeiro semestre de 2021. Leila Yunes é graduada em Relações Públicas, presidente da Academia Paraisense de Cutura, de São Sebastião do Paraíso/MG. Escritor, jornalista, pesquisador e historiador, José Carlos Barbosa é presidente da Ordem dos Velhos Jornalistas de Ribeirão Preto (OVJ-RP), e criador da Mostra dos Escritores de Ribeirão Preto e Região, e do primeiro troféu Bem Te Vi. Vivian Villalba é formada em Biblioteconomia e Ciências da Informação, é formanda em Letras. No YouTube, comanda o canal “Escreva-me”, sobre dicas de escrita e processos de publicação de seus livros, com temas de magia e ficção científica.

A Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto também é musical. A agenda do dia 24 de agosto traz a apresentação “Fugge il verbo dei dolori”, com o coro do projeto Tocando a Vida, da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. E, também, o Concerto de Canto e Concerto de Cordas III, com o grupo ALMA (Academia Livre de Música e Artes).

Estão programadas ainda três sessões de contação de histórias: às 10h, Ademir Apparício Jr. apresenta “Pé de Ponte”. Às 12h45, Lorena Ramos comanda a contação “O mundo no Black Power de Tayó”. E às 18h, Renata Martelli apresenta a história “O menino que enxergava com o coração”. A exibição do documentário “A Parada não Para”, às 12h05, de Renan Inquérito, completa a agenda do dia.

SERVIÇO - FIL 24/08
8h30: Combinando Palavras, com Semíramis Paterno
10h: Contação de história “Pé de Ponte”, com Ademir Apparício Jr.
10h20: Entrevista com autora local Regina Baptista
10h30 e 14h30: Combinando Palavras, com Milton Hatoum
12h: Apresentação musical “Fugge il verbo dei dolori”, com projeto Tocando a Vida, da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto
12h05: Documentário “A Parada não para”, de Renan Inquérito
12h30: Entrevista com Leila Yunes, Presidente da Academia Paraisense de Cultura
12h45: Contação e história “O mundo no Black Power de Tayó”, com Lorena Ramos
13h: Projeto Utopias “Verdade, com Marcia Tiburi
14h20: Entrevista com José Carlos Barbosa, Presidente da OVJ
15h: Lançamento do livro “O mundo que herdamos e o mundo que queremos deixar de herança”, pelos alunos do colégio Anglo Ribeirão
16h: Apresentação Artística Concerto de Canto, com grupo ALMA
16h30: Mesa de Debate: “Fim da fome no Brasil: uma utopia?”, com Danilo Santos de Miranda, Preto Zezé e Rodrigo Afonso
18h: Contação de história “O menino que enxergava com o coração”, com Renata Martelli
18h10: Apresentação Artística Concerto de Cordas III, com grupo ALMA
18h30: Salão de Ideias “A música canta a utopia escrita”, com Marcos Câmara. Mediação de Dulce Neves.
19h: Entrevista com autora local Vivian Villalba
19h10: Conexões Literárias “Uma visita à obra de Martin Puchner”, com Ana Luz e João Vítor Zanato e Conferência com Martin Puchner. Mediação de Filipe Martone.

Para acompanhar a programação completa, basta acessar os canais da Fundação do Livro e Leitura:
Plataforma 
www.fundacaodolivroeleiturarp.com
Youtube (FeiraDoLivroRibeirao)


Saiba mais informações do evento pelas redes sociais:
Instagram (@fundacaolivrorp)
Facebook (https://www.facebook.com/fundacaolivrorp)
Linkedin (fundacaolivrorp)
Twitter (@FundacaoLivroRP)


20ª FIL
A 20ª edição da FIL - Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto é realizada integralmente no formato on-line, entre os dias 20 e 29 de agosto. No ano passado, o evento foi adiado em função do avanço do Coronavírus (Covid-19) no país, mas foi anunciado com abrangência internacional a partir da sua 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova nomenclatura e teve identidade visual reformulada.
Para 2021, diante da continuidade da crise sanitária, a decisão estratégica da organização do evento convergiu para realizá-lo no ambiente virtual, com transmissão ao vivo pela plataforma oficial da Fundação: www.fundacaodolivroeleiturarp.com e YouTube da instituição www.youtube.com/user/FeiraDoLivroRibeirao.
A Feira consagrou-se como um dos maiores eventos culturais do país: com 20 anos de história e 19 edições realizadas, já reuniu mais de 3 mil escritores e artistas com 6 milhões de leitores visitantes. Neste ano, a FIL contará com cerca de 60 atividades, durante 10 dias, e em torno de 110 horas de programação.

Realização
Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto apresentam:
A 20ª Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto conta com Patrocínio Diamante: GS Inima Ambient. Patrocínio Ouro: Alta Mogiana - Açúcar, Etanol e Energia; GasBrasiliano e Grupo São Francisco/Hapvida.  Patrocínio Prata: Savegnago. Patrocínio Bronze: Passalacqua, Pedra Agroindustrial, Madeiranit e Riberfoods.  Patrocínio: ACIRP - Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto, RibeirãoShopping e Usina São Martinho. Apoio: Baldocchi Assistência Familiar, Rápido D’Oeste LTDA., Ribeirão Preto|Região – Convention & Visitors Bureau, Santa Helena, SICOOB Cooperac, Grupo Utam, Grupo Via Brasil. Instituição Cultural: SESC. Apoio Cultural: ALMA – Academia Livre de Música e Artes, Biblioteca Lélia Abramo, Biblioteca Sinhá Junqueira, Centro Cultural Palace, Coderp, DE – Região de Ribeirão Preto, ETEC – José Martimiano da Silva/RP, Fundação Educandário, Fundação Dom Pedro II e Theatro Pedro II, Painew – Outdoor e Painéis, Secretaria Municipal da Educação, Secretaria Municipal da Cultura, Verbo Nostro Comunicação Planejada.
Realização Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto e Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas sua realização foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.
Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual sua Rede Social Favorita?

47.2%
26.8%
16.3%
8.9%
0.8%